Como converter vídeos com Avidemux sem complicações

Se você procura uma forma de converter vídeos de qualquer formato para um que você precisa, veja nesse tutorial como converter vídeos com Avidemux sem complicações.


Avidemux é um editor de vídeo gratuito projetado para corte simples, filtragem e codificação de tarefas. O está disponível para Linux, BSD, Mac OS X e Microsoft Windows sob a licença GNU GPL.

Apesar do nome dele começar com “Avi”, o aplicativo suporta muitos tipos de arquivos (incluindo AVI), arquivos MPEG compatível com DVD, MP4 e ASF, usando uma variedade de codecs.


Veja também


Além de ser um poderoso editor de vídeo, o Avidemux pode muito bem ser usado para converter arquivos. A grande vantagem dele é que ele pode converter um arquivo de qualquer formato e sua configuração é muito simples.



Como converter vídeos com Avidemux sem complicações

Se você ainda não tem o programa instalado em seu sistema, veja como fazer isso usando esse outro tutorial:
Como instalar a versão mais recente do Avidemux no Ubuntu

Conheça melhor o Avidemux

Para saber mais sobre esse programa, clique nesse link.

Como converter vídeos com Avidemux sem complicações

Para converter os vídeos com Avidemux, você deve executar o programa e fazer o seguinte:
Passo 1. Dentro do programa, clique no botão “Abrir” (ou no menu “Arquivo”, e depois em “Abrir”);

Como converter vídeos com Avidemux sem complicações

Passo 2. Na janela que aparece vá para a pasta onde está o arquivo que você deseja converter, e lembre-se, ele pode estar em qualquer formato de vídeo e não apenas avi ou mpg. Selecione o vídeo e clique no botão “Abrir”;

Como converter vídeos com Avidemux sem complicações

Passo 3. Aguarde até o programa terminar de importar o arquivo (isso pode demorar um pouco a depender do tamanho do arquivo mas normalmente é rápido). Se aparecer uma tela com o título “Multiple Audio Tracks”, apenas clique no botão “OK”. Se o arquivo tiver uma resolução muito alta, os botões inferiores do avidemux somem, para contornar isso, vá no menu “View” e escolha “Zoom 1:2″ (ou 1:4). Se durante o processo aparecer uma tela com o título “H.264 detected”, clique no botão “Use safe mode”;

Como converter vídeos com Avidemux sem complicações

Passo 4. Agora é hora de configurar os detalhes da conversão. Por exemplo, na opção “Vídeo”, deixe selecionada a alternativa “MPEG-4 AVC”. Já em “Audio” selecione AAC (FAAC). Em “Format”, escolha MP4 ou MKV para que a conversão seja feita para essa extensão;

Como converter vídeos com Avidemux sem complicações

Passo 5. Caso deseje apenas modificar a extensão do vídeo mantendo os mesmos codecs de áudio e vídeo, deixe a opção “Vídeo” e “Áudio” apenas com a opção “Copy”.

Como converter vídeos com Avidemux sem complicações

Passo 6. Se você quiser escolher o bitrate do áudio ou opções de vídeo como fps, cortar, filtros e etc, basta clicar no botão “Configura” de “Vídeo” ou “Áudio”;

Como converter vídeos com Avidemux sem complicações

Passo 7. Finalmente, clique no botão “Salvar” (ou menu “Arquivo”, depois na opção “Save” e finalmente na opção “Save Video…”);

Como converter vídeos com Avidemux sem complicações

Passo 8. Na janela seguinte, escolha a pasta onde o arquivo será salvo e depois digite o nome dele com a extensão .mp4 ou .mkv no campo “Nome:”. Clique no botão “Salvar” para gravar o arquivo;

Como converter vídeos com Avidemux sem complicações

Passo 9. Agora é só esperar o processo terminar. Se durante o processo você quiser pausar ou cancelar, basta clicar no botão “Pause/Abort”.

Como converter vídeos com Avidemux sem complicações

Pronto! agora sempre que precisar, você pode converter vídeos com Avidemux seguindo este passo a passo e ajustando as opções de acordo com as suas necessidades.

O que está sendo falado no blog nos últimos dias


Edivaldo

Edivaldo Brito é analista de sistemas, gestor de TI, blogueiro e também um grande de fã de sistemas operacionais, banco de dados, software livre, redes, programação, dispositivos móveis e tudo mais que envolve tecnologia.

Website: http://www.edivaldobrito.com.br



blog comments powered by Disqus