Deepin 15.1 já está disponível para download

Saiu a primeira atualização da versão 15 da distribuição chinesa mais famosa da atualidade: o Deepin 15.1. Conheça mais um pouco sobre ela e descubra onde baixar a distro.
Deepin 15.1 já está disponível para download
Deepin é uma distribuição Linux baseada no Debian Sid, que fornece um sistema operacional elegante, amigável e estável. Deepin concentra-se na experiência user-friendly e design bonito, por isso é fácil de instalar e usar para a maioria dos usuários e pode muito bem substituir o sistema Windows para trabalho e entretenimento.
Deepin 15.1 já está disponível para download
Deepin 15.1 é uma edição focada na correções de bugs (baseados principalmente no feedback do usuário) e na otimização do sistema, além da expansão dos repositórios de aplicativos.
Deepin 15.1 já está disponível para download
Resultado da cooperação da equipe Deepin com a Valve, pela primeira vez, o Steam vem pré-instalado no sistema e traz diversos jogos.

Deepin 15.1 já está disponível para download
Vale ressaltar que um novo membro se juntou a família Deepin: o Deepin Cloud Print! Para conhecer a novidade, assista o vídeo abaixo:

Outros assuntos

Conheça melhor a distribuição Deepin

Para saber mais sobre a distribuição Deepin, clique nesse link.
Para saber mais sobre essa versão da distribuição, acesse a nota de lançamento.

Baixe e experimente o Deepin 15.1

A imagem ISO do Deepin 15.1 já pode ser baixada acessando o link abaixo:
Deepin 15.1

Verifique se a imagem ISO está corrompida

Antes de gravar a imagem ISO que você baixou, verifique se ela está corrompida usando o tutorial abaixo:
Como verificar se uma imagem ISO está corrompida

Como gravar uma imagem ISO no Linux

Quem precisar gravar a imagem ISO após o download, pode usar esse tutorial do blog:
Como gravar uma imagem ISO Usando o Nautilus
Como gravar uma imagem ISO usando o Terminal
Como criar um pendrive de instalação

O que está sendo falado no blog hoje

Não está aparecendo algo?

Este post é melhor visualizado acessando direto da fonte. Para isso, clique nesse link.



blog comments powered by Disqus