DragonFly BSD 5.2 lançado – Confira as novidades e baixe

Confira as novidades do DragonFly BSD 5.2 e descubra onde baixá-lo!

O projeto DragonFly BSD anunciou o lançamento de nova versão do seu sistema operacional, DragonFly BSD 5.2. Confira as novidades e descubra onde baixá-lo.


O DragonFly é um sistema operacional e um ambiente concebido para ser a continuação lógica da série OS FreeBSD-4.x.
DragonFly BSD 5.2 lançado - Confira as novidades e baixe
DragonFly BSD 5.2 lançado – Confira as novidades e baixe

Esses sistemas operacionais pertencem à mesma classe do Linux, na medida em que se baseiam em ideais e API do UNIX.

O DragonFly é um fork, por assim dizer, dando à base BSD uma oportunidade de crescer em uma direção inteiramente nova da tomada na série FreeBSD-5.

Novidades do DragonFly BSD 5.2

Embalado com correções para as vulnerabilidades de segurança Meltdown e Spectre, descobertos no início deste ano e que podem colocar bilhões de dispositivos em risco de ataques, DragonFly BSD 5.2 foi lançado para garantir que seus usuários estão executando um sistema operacional Unix-like seguro em seu computador ou servidor.

A correção para Meltdown é ativada automaticamente para todos os processadores da Intel. A correção para Spectre deve ser ativada manualmente via sysctl, se desejado, usando sysctls machdep.spectre_mitigation e machdep.meltdown_mitigation.

Além das correções para Meltdown e Specter, DragonFly BSD 5.2 adiciona melhorias significativas para o sistema de arquivos HAMMER2 para um aumento de performance, embora o suporte em cluster ainda não esteja disponível.

No entanto, os desenvolvedores do DragonFly BSD recomendam usar o HAMMER2 como sistema de arquivos raiz padrão no modo não-clusterizado.

O suporte a placas gráficas tem sido melhorado dramaticamente em DragonFly BSD 5.2, graças às atualizações para o driver open source Intel i915 OpenGL, que trouxe suporte para processadores Intel Coffee Lake, suporte para o formato de pixel de 24 bits no código EFI frame buffer, bem como melhor suporte fbio para o driver “scfb” X.Org.

O último permite que o X.Org Server use buffers de quadros EFI no FreeBSD DragonFly quando não houver suporte a GPU presente. Fora isso, esta versão melhora a economia de energia do monitor implementando parcialmente o FBIO_BLANK ioctl e instruindo o syscons console driver para esperar o DRM ModeSetting para evitar races.

Além disso, IPFW, firewall stateful do FreeBSD, foi atualizado, o sistema vem com suporte para todos os tipos de ICMP possíveis, melhor suporte para suposições ICMP_MAXTYPE, e um estado-base “redirect” (redirecionar).

Para saber mais sobre essa versão desse sistema, acesse a nota de lançamento.

Baixe e experimente o DragonFly BSD 5.2

A imagem ISO do DragonFly BSD 5.2 já pode ser baixada acessando a página do sistema.

Verifique se a imagem ISO está corrompida

Antes de gravar a imagem ISO que você baixou, verifique se ela está corrompida usando o tutorial abaixo:
Como verificar se uma imagem ISO está corrompida

Como gravar uma imagem ISO no Linux

Quem precisar gravar a imagem ISO após o download, pode usar esse tutorial do blog:
Como gravar uma imagem ISO Usando o Nautilus
Como gravar uma imagem ISO usando o Terminal
Como criar um pendrive de instalação
Como criar um pendrive inicializável com GNOME Disks
Como criar um pendrive inicializável com o Etcher no Linux

Conheça melhor o DragonFly BSD

Para saber mais sobre a DragonFly BSD, clique nesse link.

O que está sendo falado no blog nos últimos dias





blog comments powered by Disqus