Instale o HydraPaper no Linux para usar papéis de paredes diferentes

Usa o GNOME 3, MATE e Budgie e dois monitores? instale o HydraPaper no Linux para usar papéis de paredes diferentes em cada um deles!

Se você usa o GNOME 3, MATE e Budgie e dois monitores, o HydraPaper no Linux para usar papéis de paredes diferentes em cada um deles.


HydraPaper é um utilitário Gtk para definir dois papéis de paredes diferentes para cada monitor no GNOME, já que esse ambiente não possui tal recurso.
Instale o HydraPaper no Linux para usar papéis de paredes diferentes
Instale o HydraPaper no Linux para usar papéis de paredes diferentes

Ele usa Pillow para criar uma única imagem mesclando todos os papéis de escolhidos e configurando-a como seu papel de com a opção “Spanned”.

Oficialmente, o HydraPaper suporta os seguintes ambientes de desktop: GNOME 3, MATE e Budgie.

Como instalar o HydraPaper no Linux via Flatpak

Para instalar o HydraPaper no Linux via Flatpak você precisa ter o suporte a essa tecnologia instalado em seu sistema. Se não tiver, use o tutorial abaixo para instalar:

Como instalar o suporte a Flatpak no Linux

Depois, você pode instalar o HydraPaper no Linux via Flatpak, fazendo o seguinte:
Passo 1. Abra um terminal;
Passo 2. Use o comando abaixo para instalar o programa via Flatpak. Tenha paciência, pois muitas vezes pode demorar vários minutos para que o Flatpak faça o download de tudo o que precisa;

flatpak install --user https://flathub.org/repo/appstream/org.gabmus.hydrapaper.flatpakref

Passo 3. Para atualizar o programa, quando uma nova versão estiver disponível, execute o comando:

flatpak --user update org.gabmus.hydrapaper

Passo 4. E se precisar desinstalar o programa, execute o seguinte comando no terminal:

flatpak uninstall org.gabmus.hydrapaper

Pronto! Agora, quando quiser iniciar o programa, digite flatpak run org.gabmus.hydrapaper em um terminal.

Conheça melhor o HydraPaper

Para saber mais sobre esse programa, clique nesse link.

O que está sendo falado no blog nos últimos dias





blog comments powered by Disqus