KaOS 2018.03 lançado com KDE Plasma 5.12 LTS! Confira!

Confira as novidades do KaOS 2018.03 e descubra onde baixar essa distribuição!

Os desenvolvedores do sistema operacional Linux anunciaram a disponibilidade a ISO do snapshot de março de 2018, o 2018.03, com componentes atualizados, KDE Plasma 5.12 LTS e outros destaques. Confira as novidades e descubra onde baixar a distro.


KaOS é uma distribuição Linux de desktop que possui a versão mais recente do ambiente de trabalho do KDE, a suite office Calligra e outras aplicações de software populares que usam o kit de ferramentas Qt.
KaOS 2018.03 lançado com KDE Plasma 5.12 LTS! Confira!
KaOS 2018.03 lançado com KDE Plasma 5.12 LTS! Confira!

Inicialmente, essa distribuição era apenas baseada no Arch Linux, mas os desenvolvedores criaram seus próprios pacotes, que estão disponíveis nos repositórios internos.

KaOS emprega um modelo de desenvolvimento de lançamento contínuo (rolling release) e é compilada exclusivamente para sistemas de 64 bits.

Resumindo tudo: KaOS é um sistema com desktop KDE, gerenciador de pacotes Pacman (do Arch Linux), e é uma distribuição rolling release independente.

Novidades do KaOS 2018.03

O KaOS 2018.03 é o primeiro sistema a vir com o recentemente atualizado do ambiente desktop KDE Plasma 5.12 LTS por padrão.

A nova versão inclui o KDE Plasma 5.12.2 LTS, juntamente com os conjuntos de aplicativos KDE Applications 17.12.2 e KDE Frameworks 5.43.0, construídos com Qt 5.10.1.

Outro aspecto emocionante do lançamento do KaOS 2018.03 é que ele vem com o navegador da Falkon por padrão, em vez de Qupzilla, que foi usado em versões anteriores dessa distribuição e que não é mais desenvolvido.

Na verdade, Falkon é uma continuação do Qupzilla, então você terá que migrar manualmente seus perfis para o Falkon.

Outros destaques

Além disso, o KaOS 2018.03 traz uma ferramenta atualizada contendo os pacotes GCC (GNU Compiler Collection) 7.3.0, Glibc (GNU C Library) 2.26 e GNU Binutils 2.30.

Esse snapshot é alimentado pelo kernel 4.15.7 e pela pilha de gráficos Mesa 17.3.6, e inclui outros componentes principais atualizados, como o systemd 237 init system, Meson 0.45.0 build system, DBus 1.12.6, MPFR 4.0.1, Rust 1.24.1, Libva 2.1.0 e Xorgproto 2018.4.

Sobre essa atualização, os desenvolvedores comentaram o seguinte:

“Esta novo toolchain exige uma reconstrução bastante grande de muitos pacotes. Uma vez que isso também inclui novo systemd, sistema de arquivos e mokitcpio, é justo dizer que toda a base do seu sistema será substituída. O Upstream combinou todos os proto pacotes menores e os totalmente maduros em um pacote Xorgproto, que para usuários de KaOS, significa substituir cerca de vinte e cinco proto pacotes com o Xorgproto.”

Por último, mas não menos importante, o KaOS 2018.03 é o primeiro lançamento a usar o próximo instalador gráfico Calamares 3.2, que apresenta inúmeros recursos atraentes, incluindo um módulo para o ambiente de desktop KDE Plasma que permite escolher o visual do Plasma durante a instalação.

Além disso, o Calamares 3.2 oferece LVM experimental, detecção melhorada de layouts de teclado e muito mais.

Para saber mais sobre essa versão da distribuição, acesse a nota de lançamento.

Conheça melhor a distribuição KaOS

Para saber mais sobre a distribuição KaOS, clique nesse link.

Baixe e experimente o KaOS 2018.03

A ISO do KaOS 2018.03 já pode ser baixada acessando a página de download da distribuição.

Verifique se a imagem ISO está corrompida

Antes de gravar a imagem ISO que você baixou, verifique se ela está corrompida usando o tutorial abaixo:
Como verificar se uma imagem ISO está corrompida

Como gravar uma imagem ISO no Linux

Quem precisar gravar a imagem ISO após o download, pode usar esse tutorial do blog:
Como gravar uma imagem ISO Usando o Nautilus
Como gravar uma imagem ISO usando o Terminal
Como criar um pendrive de instalação
Como criar um pendrive inicializável com GNOME Disks
Como criar um pendrive inicializável com o Etcher no Linux

O que está sendo falado no blog nos últimos dias





blog comments powered by Disqus