Mensageiro: Instale o Pidgin 2.10.9 no Ubuntu e derivados

Foi lançado o Pidgin 2.10.9, a mais recente versão do famoso programa de mensagens instantâneas. Se você quer experimentar essa versão, veja aqui como ela.
mensageiro pidgin
Pidgin é um mensageiro/cliente de fácil de usar e gratuito usado por milhões. Ele que você se conecte a AIM, , Yahoo e outras redes de bate-papo, tudo ao mesmo tempo. Além de algumas melhorias, o principal destaque dessa atualização é correção dos problemas que impediam que o programa fizesse login em alguns servidores, incluindo jabber.org e chat.facebook.com.

Conheça melhor o mensageiro Pidgin

Para saber mais sobre o programa, clique nesse link.


Veja também


Instalando o mensageiro Pidgin no Ubuntu e derivados

As versões do Pidgin disponível no repositório padrão do Ubuntu são bastante antigas, por isso, para instalar a versão mais recente do mensageiro no Ubuntu e derivados, faça o seguinte:
Passo 1. Abra um terminal (Usando o Dash ou pressionando as teclas CTRL+ALT+T);
Passo 2. Se ainda não tiver o repositório, adicione ele com o comando:



sudo add-apt-repository -y ppa:pidgin-developers/ppa

Passo 3. Atualize o APT com o comando:

sudo apt-get update

Passo 4. Agora o programa com o comando:

sudo apt-get install pidgin

Uma vez instalado, para abrir o programa clique no Dash e digite: pidgin

Via UbuntuHandbook


O que está sendo falado no blog hoje


Quer mais informações e dicas? Conheça também essas séries:


Compartilhe

Gostou da dica? Aproveite e conte sua experiência nos comentários e se quiser saber informações assine nosso feed, ele está na barra lateral direita do site. Com o feed você receberá as novidades sempre que forem publicadas. Assine e também compartilhe nossas postagens clicando nos botões do Google+, Twitter e Facebook.


Edivaldo

Edivaldo Brito é analista de sistemas, gestor de TI, blogueiro e também um grande de fã de sistemas operacionais, banco de dados, software livre, redes, programação, dispositivos móveis e tudo mais que envolve tecnologia.

Website: http://www.edivaldobrito.com.br



blog comments powered by Disqus