Mercado: Procura-se um super-herói

Você fica perplexo quando olha os para uma vaga de emprego na área de ? Não se preocupe, você não é o único que se sente assim. Existe um grande abismo entre o que as querem, o que você pode oferecer e o que eles querem pagar.

super-heroi


Veja também


É comum ao vermos vagas para a área de informática, uma série de requisitos que são quase impossíveis (para não dizer impossíveis) de serem encontrados em um único profissional, mas o pior é que, ao contrário do que deveria ser, o salário proposto não é compatível com o tamanho do  talento exigido (em alguns casos, os requisitos parecem uma lista de poderes de ).



Tal paradoxo,  se deve principalmente as seguintes situações:

  • A empresa quer contratar um profissional e nem mesmo sabe o que quer e joga tudo quanto é qualificação para ver se pega algo que cubra suas necessidades.
  • A empresa quer um ótimo profissional, porém não quer pagar o que vale.
  • A empresa procura um faz tudo pra não ter de contratar 2, 3, 4 ou mais profissionais pra seu quadro de funcionários.
  • A empresa terceirizou o processo de contratação e ocorre um erro de interpretação entre o que a empresa quer  e o que a terceirizada entendeu que ela quer.
  • Um mistura de todas as opções acima (essa é a pior situação).

Nos itens acima, simplifiquei ao máximo as situações que acho que possam ser as causas desses absurdos, posso não ter abrangido tudo, mas creio que deu para entender a mensagem.

Para finalizar um assunto tão polêmico, deixo duas dicas, uma para as empresas e outras para meus colegas de mercado:

Empresas: Saibam explicar melhor o que vocês querem do mercado de trabalho de informática (não esqueça que você procura um profissional talentoso, não um super-herói), só assim será possível encontrar o profissional correto. Tendo encontrado o profissional certo, valorize-o, remunere conforme seu talento e o poder financeiro da sua empresa permitir, não conforme o famoso “eu acho que R$ x.xxx,xx paga seus serviços”. Lembre-se, todo dia surgem novas oportunidades e se o profissional não estiver satisfeito, com certeza irá procurar um lugar melhor.

Profissionais: Tenham foco, não tentem abraçar o mundo e saber tudo sobre informática, porque no fundo as empresas procuram um “expert” em algo, não um faz tudo (as empresas só não sabem disso as vezes). Não se deixem levar pelas expectativas das empresas que procuram um super-herói. Especializem-se em uma área e sejam os melhores naquilo que foi escolhido, só assim poderão ser destaques no mercado de trabalho. Ao mesmo tempo procurem empresas sérias que valorizem seu talento e futuramente, seu currículo.

Edivaldo

Edivaldo Brito é analista de sistemas, gestor de TI, blogueiro e também um grande de fã de sistemas operacionais, banco de dados, software livre, redes, programação, dispositivos móveis e tudo mais que envolve tecnologia.

Website: http://www.edivaldobrito.com.br



blog comments powered by Disqus