Como instalar o módulo de segurança do Banco Itaú no Linux

Se você quer acessar o Internet Banking do no sistema do pinguim, veja neste tutorial como o módulo de segurança do Itaú no Linux.


Assim como a Caixa Econômica Federal e o Banco do Brasil, o Banco Itaú utiliza uma solução de segurança desenvolvida pela GAS Software, o .

Como instalar o módulo de segurança do Banco Itaú no Linux

Como instalar o módulo de segurança do Banco Itaú no Linux

O software é um recurso de proteção e é usado para dar mais segurança ao acesso dos clientes, mas as vezes, também pode dar muita dor de cabeça para aqueles que usam Linux. A boa noticia é que esse módulo de segurança do Banco Itaú possui uma versão para Linux.

Conheça melhor o módulo de segurança do Banco Itaú (Warsaw)

Para saber mais sobre esse programa, clique nesse link.

Como instalar o módulo de segurança do Banco Itaú no Linux

É possível instalar o módulo de segurança do Banco Itaú no Linux utilizando pacotes /RPM (somente para distribuições que suportam esses formatos). Escolha o método mais conveniente para você e siga um dos procedimentos abaixo.

Como instalar o módulo de segurança do Banco Itaú no Linux Ubuntu, Debian e derivados

Para instalar o módulo de segurança do Banco Itaú no Ubuntu, Debian, e outros sistemas que suportam arquivos .deb, você deve fazer o seguinte:
Passo 1. Abra um terminal;
Passo 2. Atualize o repositório de pacotes com o comando;

sudo apt-get update

Passo 3. Instale os pacotes libnss3-tools e libcurl3;

sudo apt-get install libnss3-tools libcurl3

Passo 4. Confira se o seu sistema é de 32 bits ou 64 bits, para isso, use o seguinte comando no terminal:

uname -m

Passo 5. Se seu sistema é de 64 bits, use o comando abaixo para baixar o programa;

wget https://guardiao.itau.com.br/warsaw/warsaw_setup_64.deb -O warsaw.deb

Passo 6. Agora instale o programa com os comandos abaixo:

sudo dpkg -i warsaw.deb
sudo apt-get install -f

Passo 7. Se preferir, use o comando abaixo para instalar o programa;

sudo apt install ./warsaw.deb

Passo 8. Depois, se precisar desinstalar o programa, use esse comando:

sudo apt-get remove warsaw*

Como instalar o módulo de segurança do Banco Itaú no Linux Fedora, OpenSUSE, CentOS e derivados

Quem quiser instalar o módulo de segurança do Banco Itaú no Linux Fedora, OpenSUSE, CentOS e outros sistemas que suportam arquivos .rpm, tem de fazer o seguinte (esteja ciente que o método não é garantido, pois utiliza a conversão de um pacote DEB para RPM):
Passo 1. Abra um terminal;
Passo 2. Confira se o seu sistema é de 32 bits ou 64 bits, para isso, use o seguinte comando no terminal:

uname -m

Passo 3. Se seu sistema é de 64 bits, use o comando abaixo para baixar o programa;

wget https://guardiao.itau.com.br/warsaw/warsaw_setup_64.deb -O warsaw.deb

Passo 4. Converta o pacote baixado com o comando abaixo;

alien --to-rpm warsaw.deb

Passo 5. Para instalar em um openSUSE ou um de seus derivados, use o comando abaixo:

sudo zypper install warsaw.rpm

Passo 6. Para instalar em um Fedora, RedHat e seus derivados, use o comando abaixo:

sudo yum localinstall warsaw.rpm

ou

sudo dnf install warsaw.rpm

Passo 7. Para instalar o programa na maioria das distros com suporte a arquivos RPM, use o comando:

sudo rpm -i warsaw.rpm

Passo 6. Depois, se precisar desinstalar o programa, use esse comando:

sudo rpm -e warsaw*

Depois de instalar, reinicie seu computador, e em seguida, acesse o Internet Banking do Banco na Internet.

Nos meus testes, o acesso funcionou tranquilamente no Firefox. No Google Chrome, o site continuou insistindo na instalação do Guardião, mesmo depois de dele já estar instalado.

Se você teve alguma dificuldade ou descobriu algo útil ao processo, por favor, compartilhe suas informações nos comentários.

O que está sendo falado no blog nos últimos dias


Edivaldo

Edivaldo Brito é analista de sistemas, gestor de TI, blogueiro e também um grande de fã de sistemas operacionais, banco de dados, software livre, redes, programação, dispositivos móveis e tudo mais que envolve tecnologia.

Website: http://www.edivaldobrito.com.br/author/edivaldo/



blog comments powered by Disqus