Instale o gerenciador de arquivos Nemo no Ubuntu e derivados

Cansou das limitações do Nautilus? Experimente usar o Nemo no Ubuntu e aproveite para adicionar as devidas extensões para deixá-lo mais completo.
Instale o gerenciador de arquivos Nemo no Ubuntu e derivados
Algumas pessoas não gostam das mudanças que tem sido feitas no Nautilus, para essas, uma boa alternativa é o Nemo e seus plugins.

Nemo é um fork completo do Nautilus e sua meta é estender a experiência do usuário do ambiente Cinnamon para o desktop e gerenciamento de arquivos. Como diferencial, ele possui algumas características que não estão disponíveis em versões mais recentes do nautilus, como visão compacta, todos os ícones da área de trabalho, uma opção para abrir um terminal, abrir como Root e outras funcionalidades. Para completar, ele suporta plugins que podem ser instalados para dar a ele mais recursos.


Veja também


Veja algumas imagens do Nemo

Instale o gerenciador de arquivos Nemo no Ubuntu e derivados
Instale o gerenciador de arquivos Nemo no Ubuntu e derivados
Instale o gerenciador de arquivos Nemo no Ubuntu e derivados
Se depois de instalar você quiser colocar o Nemo como gerenciador de arquivos padrão do Ubuntu, dê uma olhada nesse tutorial:
Como colocar o Nemo como gerenciador de arquivos padrão do Ubuntu



Conheça melhor o gerenciador de arquivos Nemo

Para saber mais sobre esse programa, clique nesse link.

Instalando o gerenciador de arquivos Nemo e alguns plugins no Ubuntu e derivados

Para instalar o gerenciador de arquivos Nemo e alguns plugins no Ubuntu e derivados, faça o seguinte:
Passo 1. Se não estiver aberto, execute um terminal usando o Dash ou pressionando as teclas CTRL+ALT+T;
Passo 2. Se ainda não tiver, adicione o repositório do programa com este comando ou use esse tutorial;

sudo add-apt-repository ppa:noobslab/mint

Passo 3. Atualize o APT com o comando:

sudo apt-get update

Passo 4. Agora o pacote com o comando abaixo:

sudo apt-get install nemo

Passo 5. Agora instale os plugins extras para o Nemo com esse comando (não funciona em todas as versões do sistema):

sudo apt-get install nemo-compare nemo-dropbox nemo-fileroller nemo-pastebin nemo-seahorse nemo-share nemo-rabbitvcs nemo-terminal

Passo 6. Nemo cria ícones do desktop, se quiser, você pode removê-los com este comando:

gsettings set org.nemo.desktop home-icon-visible false; gsettings set org.nemo.desktop trash-icon-visible false; gsettings set org.nemo.desktop computer-icon-visible false; gsettings set org.nemo.desktop volumes-visible false

Passo 7. Crie um backup do arquivo atalho do Nautilus com o comando abaixo;

sudo cp /usr/share/applications/nautilus.desktop /usr/share/applications/nautilus.desktop.backup

Passo 7. Agora edit o atalho do Nautilus com esse comando;

sudo gedit /usr/share/applications/nautilus.desktop

Passo 8. Com o arquivo aberto, substitua Exec=nautilus %U por Exec=nemo %U. O arquivo ficará muito parecido com o da imagem abaixo. Em seguida, salve e feche o arquivo;
Instale o gerenciador de arquivos Nemo no Ubuntu e derivados
Pronto! Agora, quando quiser iniciar o programa, digite nemo no Dash (ou em um terminal, seguido da tecla TAB).

Desinstalando o gerenciador de arquivos Nemo no Ubuntu e derivados

Para desinstalar o gerenciador de arquivos Nemo no Ubuntu e derivados, faça o seguinte:
Passo 1. Abra um terminal;
Passo 2. Desinstale o gerenciador de arquivos Nemo, usando os comandos abaixo;
Passo 7. Crie um backup do arquivo atalho do Nautilus com o comando abaixo;

sudo cp /usr/share/applications/nautilus.backup /usr/share/applications/nautilus.desktop.desktop
sudo ppa-purge ppa:noobslab/mint --remove
sudo apt-get autoremove nemo nemo-*
sudo apt-get autoremove

O que está sendo falado no blog hoje

Não está aparecendo algo?

Este post é melhor visualizado acessando direto da fonte. Para isso, clique nesse link.

Edivaldo

Edivaldo Brito é analista de sistemas, gestor de TI, blogueiro e também um grande de fã de sistemas operacionais, banco de dados, software livre, redes, programação, dispositivos móveis e tudo mais que envolve tecnologia.

Website: http://www.edivaldobrito.com.br



blog comments powered by Disqus