Nova ferramenta livre: OASIS



O portal do software público liberou uma nova ferramenta para o púlico geral, chama-se OASIS.  Segundo o portal:

O OASIS permite o acompanhamento das ações da área de TI como Rede de Computadores, Banco de Dados, Modernização, Desenvolvimento de Sistemas e Sítios, entre outros. O objetivo é acompanhar os projetos desenvolvidos pelas áreas de TI, no que diz respeito ao seu ciclo de vida (solicitação de proposta, execução de proposta, solicitação de manutenção, execução de evolução, histórico, pessoal envolvido, gerenciamento e documentação, demanda e execução de serviços). Com a ferramenta também é possível realizar o acompanhamento gerencial dos tempos e custos, através de métricas, favorecendo a criação de indicadores de desempenho e a consequente melhoria na qualidade das atividades desenvolvidas pelas áreas de TI. Também é possível controlar e acompanhar os contratos com as empresas terceirizadas, incluindo informações do contrato, dos serviços, dos projetos previstos, das infrações e penalidades.

Para os administradores de TI essa pode ser a solução para muitos problemas, vale a pena dar uma olhada e testar a ferramenta no endereço: http://www.softwarepublico.gov.br/ver-comunidade?community_id=8566986




Quer ficar por dentro de tudo que é publicado no Blog do Edivaldo? Pois isso é muito simples!
Basta curtir nossa página no Facebook, seguir o Blog no Twitter ou no Google+.
Se preferir, você também pode assinar o feed do site ou apenas baixar o app do Blog do Edivaldo no seu Smartphone, e ficar de olho!

Se você teve alguma dificuldade ou sabe de alguma dica relacionada ao assunto acima, escreva um comentário e ajude a melhorar esse texto. E não esqueça de compartilhar também, ok?

Edivaldo

Edivaldo Brito é analista de sistemas, gestor de TI, blogueiro e também um grande de fã de sistemas operacionais, banco de dados, software livre, redes, programação, dispositivos móveis e tudo mais que envolve tecnologia.

Website: http://www.edivaldobrito.com.br/author/edivaldo/



blog comments powered by Disqus