O mito do fanático por SL

Algumas pessoas por saberem que trabalhamos com criam uma visão errônea de que somos fanáticos religiosos e esquecem de perguntar o porque de optarmos pelo uso de SL. O pior de tudo é que divulgam essa imagem e alguns acham que temos a mente fechada para qualquer outra solução.


Veja também


No mundo real, nós administradores de sistemas, convivemos com um universo de heterogeneidade e dentro disso nem sempre somos nós que definimos o que deve ser usado e sim as necessidades das organizações onde trabalhamos  frente as soluções que o mercado disponibiliza para cada situação. É claro que, havendo uma solução livre para determinado problema e a mesma sendo viável para a empresa (atualizações, suporte, etc…) , opta-se por uma solução livre devido as suas caracteristicas técnicas já citadas em posts anteriores (qualidade, custo, continuidade, flexibilidade, etc…) que o tornam superior ao software proprietário.



É sempre bom lembrar que a solução ideal é aquela que resolve o problema do cliente com a melhor relação custo benefício e nisso deve-se  pensar também nos custos decorrentes da utilização de tal ferramenta. Optar por um software livre ou proprietário não deve ser o critério principal e sim a solução ideal para o problema proposto e a consequente satisfação do cliente.

Edivaldo

Edivaldo Brito é analista de sistemas, gestor de TI, blogueiro e também um grande de fã de sistemas operacionais, banco de dados, software livre, redes, programação, dispositivos móveis e tudo mais que envolve tecnologia.

Website: http://www.edivaldobrito.com.br



blog comments powered by Disqus