Como adicionar o suporte a Silverlight no Ubuntu

Se você precisa realmente usar a tecnologia Silverlight, veja como o Pipelight e com isso, adicionar o suporte a Silverlight no Ubuntu.


Microsoft Silverlight é um plugin para navegadores, similar ao Adobe Flash. Ele permite criar experiências de mídia interativas, aplicativos ricos, interativos e imersivos. É uma poderosa ferramenta para criar e entregar aplicações ricas para internet e experiências de mídia na web.

Como adicionar o suporte a Silverlight no Ubuntu

Um exemplo importante de uso dessa tecnologia está no Netflix. Esse famoso de vídeos via internet, tem como principal diferencial, o fato de funcionar na maioria dos dispositivos e sistemas operacionais atuais, graças ao uso da tecnologia Silverlight.

Claro, nem todos os dispositivos ou sistemas suportados pelo Netflix usa Silverlight (o Linux já está sendo suportado parcialmente), devido as limitações da tecnologia da Microsoft.

Um bom exemplo disso é o próprio Linux, que não possui um cliente Silverlight nativo. Atualmente, para conseguir usar essa tecnologia no Linux é preciso recorrer a uma software chamado Pipelight.

Basicamente, o Pipelight é uma camada de software que permite usar no Linux, plugins feitos para funcionar no Windows. Entre esses plugins, os mais conhecidos são o Flash, Silverlight e Widevine, além de vários outros.

Para conseguir essa façanha ele utiliza o e já inclui os pacotes do necessários ao seu correto funcionamento. Basicamente ele é composto de duas partes: uma biblioteca Linux que é carregada no navegador e um programa para Windows, que é iniciado no .

Atenção! O Pipelight foi descontinuado. Claro, ele não irá parar de funcionar, mas você não receberá mais atualizações. Portanto, cuidado ao utilizar esse recurso.

Conheça melhor o Silverlight

Para saber um pouco mais sobre essa tecnologia, acesse a página do Pipelight.

Conheça melhor o Pipelight

Para saber um pouco mais sobre o programa, acesse a página do Pipelight.

Atenção! Antes de iniciar o processo de instalação, feche todos os navegadores que estiverem sendo executados, pois alguns navegadores tentam carregar o plugin imediatamente, o que pode causar falhas ou travar o navegador durante a instalação.

Como adicionar o suporte a Silverlight no Ubuntu

Para adicionar o suporte a Silverlight no Ubuntu, faça o seguinte:
Passo 1. Feche todos os navegadores;
Passo 2. Abra um terminal (no Unity use as teclas CTRL + ALT + T).
Passo 3. Se não estiver instalado, siga os passos desse tutorial e instale o Pipelight;
Passo 4. Ative o suporte a Silverlight no Ubuntu, executando o comando abaixo (claro, com todos os navegadores fechados), e confirme digitando “Y” (sem as aspas):

sudo pipelight-plugin --enable silverlight

Passo 5. Atualize o Pipelight executando o comando abaixo:

sudo pipelight-plugin --update

Passo 6. Atualize o Firefox usando o comando abaixo;

sudo pipelight-plugin --create-mozilla-plugins

Passo 7. Abra o Firefox, será exibida uma pequena janela mostrando o download e a instalação dos plugins. Aguarde até que a instalação dos plugins seja concluída, pois esse procedimento pode demorar e não deve ser interrompido;

Como adicionar o suporte a Silverlight no Ubuntu

Passo 8. Confira se o plugin foi instalado, clicando no menu “Ferramentas” e na opção “Complementos”, ou simplesmente digite o comando about:addons na barra de endereço do navegador e teclando enter:

Como adicionar o suporte a Silverlight no Ubuntu

Pronto! Agora você já tem suporte a Silverlight no Ubuntu e já pode começar a usá-lo.

Experimente acessar sites que usam a tecnologia e veja quais estão funcionando corretamente. Se precisar, consulte os outros tutoriais sobre o assunto:

Desativando os plugin

Se quiser desativar um plugin basta fechar todos os navegadores e no terminal usar o mesmo comando do Pipelight, substituindo o parâmetro --enable por --disable, como no exemplo abaixo:

sudo pipelight-plugin --disable silverlight

Testando o plugin

Para testar o plugin, experimente acessar uma página que utiliza a tecnologia dele. Geralmente, existe uma página de teste no site da produtora do plugin.

Forçando a reinstalação dos plugin

Se algo parou de funcionar, você também pode querer redefinir o wineprefix para forçar uma reinstalação de todos os plugins, fechando o navegador, executando abaixo, e abrindo novamente o navegador:

rm -rf ~/.wine-pipelight/

O que está sendo falado no blog nos últimos dias

No Post found.


No Post found.



blog comments powered by Disqus