Gerenciamento de tarefas: Instale Todo Indicator, um Ubuntu AppIndicator para todo.txt

Quer gerenciar suas de um jeito simples? Experimente usar o Indicator, um Ubuntu AppIndicator para .
tarefas
Todo Indicator é uma AppIndicator simples que lhe permite aproveitar o poder e a simplicidade do Todo.txt. Ele exibe a lista de tarefas do arquivo Todo.txt e permite marcar tarefas como “pronto”, diretamente a partir do .

Para quem não conhece, Todo.txt é um popular formato minimalista de lista de tarefas em que, como você já deve ter adivinhado, os dados são armazenados em um arquivo de texto simples. Além do Todo Indicator, há uma enorme lista de aplicativos clientes para o serviço, incluindo Todo.txt para iOS, Android e tem até mesmo uma opção para a linha de comando.


Veja também


O Todo Indicator não vem com um editor agradável para as suas tarefas ou qualquer coisa assim. Ao clicar na opção editar no menu indicador, o arquivo Todo.txt é aberto no editor de texto padrão, para que você possa modificá-lo. Depois de alterar e salvar o arquivo, as tarefas de seu arquivo Todo.txt aparecem automaticamente no Todo AppIndicator.



Também não há nenhuma interface gráfica para configurar o aplicativo, mas se você quiser usar um editor de texto personalizado com Indicador Todo, você abre “Aplicações de inicialização”, procure por “Todo Indicator”, clique em “Editar” e acrescentar “-e texteditor” onde “texteditor é o editor de texto que deseja usar) depois de “/usr/bin/todo-indicator”.

Conheça melhor o gerenciador de tarefas Todo Indicator e Todo.txt

Para saber mais sobre o Todo Indicator, clique nesse link.
Para saber mais sobre o Todo.txt, clique nesse link.

Instalando o gerenciador de tarefas Todo Indicator no Ubuntu e derivados

Se você não deseja adicionar o repositório a seguir (e nesse caso, você não terá direito a atualizações automáticas do programa), você pode baixar o DEB a partir desse link e instalá-lo manualmente.

Para instalar o Todo Indicator no Ubuntu e derivados a partir de um repositório, faça o seguinte:
Passo 1. Abra um terminal (Usando o Dash ou pressionando as teclas CTRL+ALT+T);
Passo 2. Se ainda não tiver, adicione esses repositórios com os seguintes comandos:

sudo add-apt-repository ppa:nilarimogard/webupd8

Passo 3. Atualize o APT com o comando:

sudo apt-get update

Passo 4. Agora instale o programa com o comando:

sudo apt-get install todo-indicator

Passo 5. Você não vai encontrar o Todo Indicator no Dash ou em um Menu. Em vez disso, depois que você instalar ele, sair da sessão atual e voltar a entrar. Com isso, Todo Indicator deverá iniciar automaticamente. Mais se você quiser evitar sair depois de instalar o Todo indicador, pressione ALT + F2 e digite:

todo-indicator todo.txt

Passo 6. Por padrão, o Todo Indicator armazena seu arquivo Todo.txt na sua pasta pessoal. Se você quiser colocá-lo em outro lugar, como por exemplo, na sua pasta Dropbox, execute “Startup Applications” (aplicativos de inicialização) e nele , procure por “Todo Indicator”, clique em “Editar” e adicione o caminho para onde você quer que o Todo.txt seja salvo, como no comando a seguir:

/usr/bin/todo-indicator /path/to/todo.txt

Passo 7. Por exemplo, se você deseja que o arquivo Todo.txt seja armazenado em sua pasta Dropbox, você tem que mudar a opção “Command” (comando) para que ele se parece com isso:

/usr/bin/todo-indicator /home/edivaldo/Dropbox/todo.txt

No exemplo “edivaldo” é meu nome de usuário, por isso você deve mudá-lo para o seu, pois infelizmente, usar caminhos relativos não funcionam com itens de inicialização automática e por conta disso, não dá para usar ~/Dropbox.

Via WebUpd8

Não está aparecendo algo?

Este post é melhor visualizado acessando direto da fonte. Para isso, clique nesse link.


O que está sendo falado no blog hoje


Edivaldo

Edivaldo Brito é analista de sistemas, gestor de TI, blogueiro e também um grande de fã de sistemas operacionais, banco de dados, software livre, redes, programação, dispositivos móveis e tudo mais que envolve tecnologia.

Website: http://www.edivaldobrito.com.br



blog comments powered by Disqus