Vantagens que o Wine proporciona no Ubuntu Linux e outras distros

Já pensou em ter programas do Windows no Ubuntu? Se sim, você precisa usar o Wine. Melhor ainda, conheça as vantagens que o Wine proporciona no Ubuntu Linux e outras distros.


O Wine é uma excelente pedida para solucionar alguns problemas de incompatibilidade envolvendo Linux e seus derivados, dado que ele possibilita um mundo de opções para quem está acostumado com o sistema operacional da Microsoft.

Vantagens que o Wine proporciona no Ubuntu Linux e outras distros

Para quem não conhece, um pouco da história do Wine; A sigla dele não é aleatória, (mesmo que o logo seja uma taça de vinho, e que em inglês, wine significa vinho), ela tem um propósito: “Wine Is Not an Emulator”, o que em português significa “Wine não é um emulador”.

Esse software livre está na ativa há muito tempo, mais precisamente desde 1993, quando a ideia original era executar programas do Windows no Linux. Desde então, muito progresso foi feito, obviamente, e o Wine tem versão estável desde 2008.

Vantagens que o Wine proporciona no Ubuntu Linux e outras distros

Para saber quais as vantagens que o Wine proporciona no Ubuntu Linux e outras distros, é preciso entender que não é só no Linux (em que o Ubuntu se encaixa, claro) que o Wine traz as suas funções. Ele também funciona em outros sistemas operacionais, como Mac OSX, BSD ou qualquer outro que siga o padrão POSIX. Isto é: um usuário de Mac pode rodar softwares nativos do Windows em computadores Apple com o mesmo programa que o usuário de Linux o faz.

Para instalar o Wine no Ubuntu é fácil, você pode ver neste tutorial do blog. A versão mais recente oferece várias vantagens após um ano de desenvolvimento, como suporte para Microsoft Office 2013, suporte de 64 bits no macOS, melhor escalonamento HiDPI, motor Gecko atualizado e outras implementações.

Jogos e aplicativos

Wine permite rodar jogos do Windows, e o exemplo disso é o World of Warcraft, um game online que existe há mais de uma década e tem cerca de 100 milhões de jogadores — considerado um dos mais populares em MMORPGs (Massive Multiplayer Online Role-Playing Game).

É bem fácil instalar o jogo, e aqui no blog, já mostrei como isso é feito em todas as etapas, confira aqui. Vale lembrar, que o processo, infelizmente, nem sempre acontece sem percalços.

Além do World of Warcraft, é possível ter o Netflix no Ubuntu. Apesar do serviço de streaming rodar sem problemas no navegador, o aplicativo Desktop tem algumas falhas e não é muito útil fora do Google .

Portanto, para usar sem complicações a versão Desktop do Netflix no Ubuntu, é necessário ter o Wine para aproveitar as vantagens dessa versão. Com os dois aplicativos atualizados (Wine e Netflix Desktop), não tem segredo para completar a instalação e utilizar o aplicativo. E se esse tutorial não funcionar para você, baixa a versão mais recente do aplicativo e experimente instalar usando o Wine.

Um dos benefícios do Wine é justamente poder explorar aplicativos que apresentam muita segurança e são renomados pelo público em geral. Além de séries e filmes em streaming no Netflix, que vem atingindo grande audiência no mundo, ele também abre a possibilidade de utilizar, por exemplo, o software da PokerStars, que tem aplicativo que se destaca pela segurança e transparência. Ainda na lista de jogos mais compatíveis, encontra-se também o The Sims 3 e StarCraft – só para citar alguns exemplos.

Outros também podem ser utilizados via Wine, embora não tenham a mesma funcionalidade compatível que os dois exemplos citados acima. É sempre bom checar a lista que o próprio site do Wine e a comunidade oferece.

São centenas de jogos e aplicativos que podem ser utilizados através do Playonlinux, e a lista inclui games renomados como Call of Duty, Battlefield, League of Legends, Star Wars, Fifa, entre outros — você pode conferir a lista completa neste link da página oficial do site.

Além de entretenimento, há também aplicativos que podem ajudar na parte profissional, como é o caso do Sketchup Make, bastante utilizado para montagem tridimensional de modelos arquitetônicos de diversas interfaces. Aliás, também já mostrei um tutorial de como instalar o Sketchup Make no Linux.

Versão mais simplificada

Se você quiser utilizar as funções do Wine em uma maneira mais simplificada e com interface limpa, há uma alternativa interessante no Playnolinux, que pode ser instalado no Ubuntu e outros derivados do Linux ou o pra configurar, o Vineyard.

Ele funciona com a mesma proposta de executar jogos e aplicativos do Windows, apesar de não ter tanta capacidade de fazer isso como o Wine. A vantagem é que o Playonlinux oferece uma alternativa gratuita e acessível para utilizar funções que não são adeptas ao Linux.

O programa é dependente do Wine, portanto, é preciso ter este instalado. No entanto, para tê-lo instalado, não é necessário obter uma licença do Windows.

O que está sendo falado no blog nos últimos dias


Edivaldo

Edivaldo Brito é analista de sistemas, gestor de TI, blogueiro e também um grande de fã de sistemas operacionais, banco de dados, software livre, redes, programação, dispositivos móveis e tudo mais que envolve tecnologia.

Website: http://www.edivaldobrito.com.br/author/edivaldo/



blog comments powered by Disqus