Conheça algumas alternativas para o GitHub e escolha uma opção

Conheça algumas alternativas para o GitHub e veja qual serve para você!

Se você usa o serviço e não gostou do fato da Microsoft ter comprado um dos maiores repositórios de projetos abertos do mundo, conheça algumas alternativas para o GitHub e veja qual serve para você.


Depois de confirmar a aquisição do GitHub pela Microsoft, muitos usuários começaram a ficar de olho em uma alternativa ao serviço.
Conheça algumas alternativas para o GitHub e escolha uma opção
Conheça algumas alternativas para o GitHub e escolha uma opção

Essa preocupação se deve ao medo de possíveis políticas que a gigante de Redmond possa vir a aplicar, o que poderia restringir alguns projetos.

Conheça algumas alternativas para o GitHub e escolha uma opção

Apesar disso, mesmo com a polêmica da compra em plena ebulição, parece que no momento não haverá muitos projetos que queiram mudar de serviço.

Mesmo assim, aproveitamos a oportunidade para lembrar algumas das alternativas mais conhecidas, com propostas proprietárias e abertas.

Confira a lista abaixo, conheça algumas alternativas para o GitHub e escolha a melhor opção para o seu projeto.

GitLab

Conheça algumas alternativas para o GitHub e escolha uma opção

Possivelmente, o GitLab é o concorrente mais forte do GitHub. A principal vantagem do GitLab é o fato dele ser um software livre. Isso permite qualquer um possa criar um fork e reimplementar ele em seu próprio servidor.

Por outro lado, sua interface e modo de funcionamento são bastante semelhantes aos do GitHub. Como diferencial, ele permite criar repositórios privados de graça, algo que é muito bem recebido pelos desenvolvedores que não estão interessados ​​em expor seu código e não querem pagar por isso.

Outros recursos são a capacidade de migrar facilmente a partir do GitHub (algo que provavelmente será aprimorado a partir de agora) e planos de pagamento, para aqueles que não desejam investir em seu próprio servidor.

Também vale lembrar que recentemente o GNOME completou sua migração para o GitLab, levando consigo o GIMP, o que poderia ajudar este serviço a ganhar seguidores entre o público que é formado por usuários do Linux.


Bitbucket

Conheça algumas alternativas para o GitHub e escolha uma opção

Bitbucket é outra alternativa interessante para hospedar código. Ele pertence à empresa Atlassian, é proprietário, mas permite criar repositórios privados de graça, além de suportar a importação a partir do GitHub.

Como pertence a Atlassian, o serviço é totalmente integrado com outros gerentes de projetos pertencentes à mesma empresa como Jira, Confluence e HipChat, o que o torna bastante atraente para empresas de desenvolvimento de software.

De acordo com seus planos, ele é livre para equipes de até cinco membros, para que possa ser útil como ponto de partida e depois passar para planos de pagamento, uma vez que o projeto ou a empresa tenha aumentado de tamanho.


Savannah

Conheça algumas alternativas para o GitHub e escolha uma opção

Esta lista não estaria completa se não citasse o GNU Savannah, a solução de gerenciamento de projetos da Free Software Foundation.

Como não poderia ser de outra forma, GNU Savannah é completamente software livre e de acordo com a Wikipedia suporta CVS, arco GNU, Subversion, Git, Mercurial, Bazaar, listas de discussão, web hosting, hospedagem de arquivos e bug tracking

O serviços atualmente está dividido em dois domínios: savannah.gnu.org para software oficiais do projeto GNU, e savannah.nongnu.org, para todo projeto de software livre que não pertencem ao projeto GNU.

Sua finalidade é suportar apenas projetos de software livre, não permitindo tecnologias proprietárias como o Flash em suas políticas de hospedagem.


SourceForge

Conheça algumas alternativas para o GitHub e escolha uma opção

SourceForge é um dos maiores casos de “Phoenix” que foram vistos na história do software. Três anos atrás, boatos diziam que o serviço estava morrendo por causa da ganância excessiva de seus proprietários.

Felizmente, uma nova direção devolveu esse serviço ao seu dvido lugar, para que ele voltasse a ser o que era.

Obviamente, a publicidade não desapareceu totalmente, porque alguma coisa tem que manter a empresa por trás do serviço, mas pelo menos a sua política de não mais agressivo com os usuários é e isso é algo a ser bem-vindas.

Atualmente, muitos projetos de código aberto relevantes dependem do SourceForce. Destaca-se o recente redesenho do site, que lhe conferiu um visual atraente e moderno.


Gitea

Conheça algumas alternativas para o GitHub e escolha uma opção

De acordo com sua própria documentação, Gitea é um serviço Git de auto-armazenamento que tenta ser fácil de manusear e que possui recursos similares ao GitHub, Bitbucket e GitLab, sendo o resultado de um fork do Gogs.

Ele é de código aberto (liberado sob MIT) e é escrito na linguagem Go do , permitindo que ele seja independente em relação à arquitetura do sistema, e pode suportar Linux, Mac e Windows em arquiteturas como amd64, i386, ARM, PowerPC e outros.


Concluindo

Embora o volume de projetos e desenvolvedores ativos no GitHub seja muito maior, é visto e comprovado que existem alternativas sólidas para esse serviço que podem atender às necessidades de diferentes perspectivas.

Se você usa esse tipo de serviço , e puder deixar uma opinião, fique a vontade para usar os comentários desse artigo. Todos ganharão com suas informações.

O que está sendo falado no blog

Ajude a manter o Blog do Edivaldo - Faça uma doação

Se você gosta do conteúdo do Blog, você pode ajudar a manter o site simplesmente fazendo uma doação única, esporádica ou mensal, usando uma das opções abaixo:

Doação usando Paypal

Doação usando PagSeguro
Outras formas de ajudar a manter o Blog do Edivaldo



blog comments powered by Disqus