Do not speak Portuguese? Translate this site with Google or Bing Translator

Chrome 104 lançado com WebGL Canvas Color Management

E foi lançado o Chrome 104 com WebGL Canvas Color Management, e muito mais. Confira as novidades desse update e veja como instalar no Linux.

O Google Chrome ainda é o navegador mais usado no planeta, e isso o torna uma das mais importantes ferramentas de controle da web para o Google.

Mas independente disso, o Chrome é o navegador do Google e também o navegador número um no mercado, com uma participação de mais de 65%, de acordo com dados de terceiros da NetMarketShare.

Agora, o Google acaba de promover o Chrome 104 para estável como a atualização de recurso mais recente para seu navegador da Web multiplataforma.

O Chrome 104 agora está disponível para Windows, Linux, macOS e Chrome OS como o mais novo lançamento de recurso mensal para o navegador da web do Google.

Novidades do Chrome 104

Chrome 104 lançado com WebGL Canvas Color Management
Chrome 104 lançado com WebGL Canvas Color Management

O Chrome 104 adiciona suporte para captura de região como parte de faixas de vídeo autocapturadas, normalmente para fins de videoconferência.

O recurso é chamado de “Region Capture” e permite escolher qual parte da tela você deseja gravar ou compartilhar.

Essa captura de região basicamente corta a faixa de vídeo de autocaptura para remover algum conteúdo ao redor dela antes de compartilhá-la remotamente.

A captura de região deve ser útil para videoconferência e software de produtividade/colaboração baseado na web.

O Chrome 104 também adiciona novos testes de origem, como para transições de elementos compartilhados e desativação de armazenamento de cartão de crédito, atualizações no manuseio de regras de especulação, adições à interface de colocação de janelas em várias telas e várias novas APIs.

O WebGL Canvas Color Management foi adicionado para permitir que o WebGL defina o espaço de cores ao desenhar um buffer e um espaço de cores ao importar uma textura.

Esta atualização, inclui experimentos de carregamento de página, melhores ferramentas de compartilhamento de tela e várias alterações na interface do usuário para Chromebooks.

Nos primeiros dias da internet, os navegadores carregavam uma página inteira de uma só vez.

Os navegadores e sites eventualmente começaram a mudar para o “carregamento lento”, onde alguns conteúdos não são carregados até que estejam visíveis. No entanto, o Chrome só carrega conteúdo incorporado lentamente se a página permitir especificamente.

O Google está testando um experimento chamado “LazyEmbeds” que carregará automaticamente alguns conteúdos incorporados, sem que a página o solicite. O experimento está planejado para começar com 1% das pessoas executando o Chrome 104 estável.

Abaixo, você tem a lista das novidades mais marcantes que chegaram junto com o Chrome 104.

  • A confirmação de pagamento seguro agora permite que os usuários optem por não armazenar seus dados de cartão de crédito para compras posteriores.
  • Quando os cookies são definidos com um atributo Expires/Max-Age explícito, o valor agora será limitado a não mais de 400 dias.
  • A object-view-box propriedade permite que os autores escolham uma parte de uma imagem que deve ser desenhada dentro da caixa de conteúdo de um elemento de destino substituído.
  • Fullscreen Companion Window permite que os aplicativos da Web coloquem conteúdo de tela cheia e uma janela pop-up em várias telas.
  • Web Bluetooth agora é controlável com uma Política de Permissões .

Por fim, o Chrome 104 também traz várias correções de segurança, incluindo sete CVEs altos sendo abordados.

Mais detalhes sobre as alterações a serem encontradas na versão estável do Chrome 104 em ChromeStatus.com.

Como instalar ou atualizar o Chrome

Os usuários de Android e iOS podem atualizar o Chrome em suas respectivas lojas de aplicativos.

Já os usuários de desktop Windows, Mac e Linux podem atualizar para o Chrome mais recente acessando Configurações -> Ajuda -> Sobre o Google Chrome e o navegador verificará automaticamente a nova atualização e a instalará se e quando disponível.

Ou para instalar a versão mais recente do Chrome nas principais distribuições Linux, use um desses tutoriais:
Google Chrome no Linux Ubuntu, Debian, Fedora, Arch e derivados – veja como instalar
Como instalar o Google Chrome no Fedora e derivados
Como instalar o Google Chrome no Ubuntu e derivados

Sobre o Edivaldo Brito

Edivaldo Brito é analista de sistemas, gestor de TI, blogueiro e também um grande fã de sistemas operacionais, banco de dados, software livre, redes, programação, dispositivos móveis e tudo mais que envolve tecnologia.