IPFire 2.25 Core 147 lançado com importantes atualizações e correções

Michael Tremer anunciou hoje a disponibilidade geral do Linux IPFire 2.25 Core 147. Confira as novidades e descubra onde baixar a distro.

IPFire é uma distribuição Linux que se concentra na configuração fácil, bom manuseio e alto nível de segurança. É operado através de uma interface intuitiva baseada na Web, que oferece muitas opções de configuração para administradores de sistema iniciantes e experientes.

O IPFire é mantido por desenvolvedores preocupados com a segurança e que atualizam o produto regularmente para mantê-lo seguro. O IPFire é fornecido com um gerenciador de pacotes personalizado chamado Pakfire e o sistema pode ser expandido com vários complementos.

Em resumo, o IPFire é uma distribuição Linux independente projetada com firewalls e roteadores em mente e apresenta uma interface baseada na Web para facilitar a administração remota.

Agora, o projeto lançou a mais recente versão desse sistema, o IPFire 2.25 Core 147.

Novidades do IPFire 2.25 Core 147

IPFire 2.25 Core 147 lançado com importantes atualizações e correções

O IPFire 2.25 Core 147 descontinuou o suporte ao sistema de 32 bits com o PAE, para atualizar vários componentes e complementos principais, além de corrigir algumas vulnerabilidades de segurança e corrigir outros erros.

Por baixo do capô, a cadeia de ferramentas foi atualizada para BIND 9.11.20, GnuTLS 3.6.14, OpenSSH 8.3p1, SquidGuard 1.6.0, dhcpcd 9.1.2, iproute2 5.7.0, GMP 6.2.0, libassuan 2.5.3, libgcrypt 1.8.5 e libgpg-error 1.38.

Além disso tudo, vários complementos também foram atualizados, incluindo Bacula 9.6.5, BorgBackup 1.1.13, HAProxy 2.1.7 e Joe 4.6.

Essa atualização inclui uma versão recente do software de proxy da web Squid que foi corrigida contra ataques de HTTP Request Smuggling and Poisoning (CVE-2020-15049).

Para completar, o IPFire 2.25 Core Update 147 oferece suporte para mais hardware e ainda melhora o suporte a componentes de hardware existentes, remetendo com o pacote linux-firmware 20200519.

Além disso, o IPFire também está disponível na nuvem, na AWS (Amazon Web Services), por isso recebeu algumas melhorias em termos de configuração, permitindo que todas as zonas usem jumbo-frames por padrão.

Mas outra mudança interessante na última versão do firewall do IPFire Linux é a correção de um problema antigo com o encaminhamento de conexões GRE (Encapsulamento de Roteamento Genérico).

As versões desse sistema anteriores não eram compatíveis com esse tipo de conexão porque o rastreamento de conexão interna da IPFire se recusava a lidar com elas.

Para saber mais sobre essa versão da distribuição, acesse a nota de lançamento.

Baixe e experimente o IPFire 2.25 Core 147

A imagem ISO do IPFire 2.25 Core 143 já pode ser baixada acessando a página de download da distribuição.

Verifique se a imagem ISO está corrompida

Antes de gravar a imagem ISO que você baixou, verifique se ela está corrompida usando o tutorial abaixo:
Como verificar se uma imagem ISO está corrompida

Como gravar uma imagem ISO no Linux

Quem precisar gravar a imagem ISO após o download, pode usar esse tutorial do blog:

Como gravar uma imagem ISO Usando o Nautilus
Como gravar uma imagem ISO usando o Terminal
Como criar um pendrive de instalação
Como criar um pendrive inicializável com GNOME Disks
Como criar um pendrive inicializável com o Etcher no Linux

O que está sendo falado no blog

Categorias Linux, Notícias, Open Source, Software livre, Tecnologia Tags 2.25 Core 147, atualização, distribuição, IPFire, lançamento, update
Sair da versão mobile