Do not speak Portuguese? Translate this site with Google or Bing Translator

PDF Arranger 1.7.0 lançado com novos recursos e aprimoramentos

E foi lançado o PDF Arranger 1.7.0 com novos recursos e aprimoramentos. Confira as novidades dessa atualização e veja como instalar no Linux.

Inicialmente um fork do popular PDF Shuffler, o PDF Arranger ganhou muitos recursos novos desde então. O aplicativo pode mesclar, dividir, girar, cortar e reorganizar páginas de documentos PDF usando uma interface de usuário GTK3 simples. Está disponível para Linux e Windows.

Existem também vários outros recursos menores neste editor de PDF, incluindo a capacidade de editar metadados PDF, mesclar documentos digitalizados frente e verso, cortar/copiar/colar páginas PDF mesmo entre várias instâncias de PDF Arranger (e, portanto, entre documentos ou para um novo instância vazia), páginas de PDF duplicadas e muito mais.

Sob o capô, as versões recentes do PDF Arranger usam o pikepdf, uma biblioteca Python para ler e escrever arquivos PDF com base em QPDF, uma poderosa biblioteca de manipulação e reparo de PDF.

Pikepdf oferece suporte às versões de PDF 11 a 1.7, pode salvar e carregar fluxos de objetos compactados em PDF, pode criar PDFs linearizados (visualização rápida na web), pode reparar PDFs automaticamente com erros internos, oferece suporte à edição de metadados PDF XMP e muito mais. Você pode ver uma comparação entre pikepdf, PyPDF2 e pdfrw na página do projeto.

É importante notar que, embora o PDF Arranger exija pikepdf 1.7.0 ou mais recente, é altamente recomendável usá-lo com o pikepdf 1.15.1 ou mais recente, caso contrário, alguns recursos não funcionarão corretamente (por exemplo, arquivos cortados com PDF Arranger usando pikepdf mais antigo que 1.15.1 não pode ser aberto no Acrobat Reader no Windows 10).

Novidades do PDF Arranger 1.7.0

PDF Arranger 1.7.0 lançado com novos recursos e aprimoramentos
PDF Arranger 1.7.0 lançado com novos recursos e aprimoramentos

O PDF Arranger 1.7.0 traz novos recursos, como a capacidade de cortar bordas brancas, permitir a exportação para arquivos individuais, permitir a seleção de páginas pares ou ímpares, suporte para edição de mais tags de metadados PDF e muito mais.

Em resumo, os novos recursos e mudanças no PDF Arranger 1.7.0 incluem:

  • Permitida a seleção de páginas pares ou ímpares
  • Adicionada a opção para cortar bordas brancas
  • Permitida a exportação para arquivos individuais
  • Permitida a edição de palavras-chave, assuntos e datas criadas/modificadas nas informações do documento (anteriormente já era compatível com a edição do título, produtor, criador e ferramenta criador de meta tags de PDF)
  • Ctrl + clique agora remove uma única página da seleção
  • Ativada a rolagem automática ao selecionar elástico
  • Mostra a seleção atual na barra de status
  • Corrigida importação de imagens com canal alfa
  • Permite rolar a visualização com as teclas Up/Down e Page Up/Down
  • Permite zoom para página inteira
  • Adicionada a opção para selecionar todas as páginas do mesmo arquivo
  • Melhorada a capacidade de resposta ao rolar os níveis de zoom
  • Defina o fator de escala de uma seleção de páginas
  • Permitido o uso de atalhos de teclado personalizados usando o arquivo de configuração (~/.config/pdfarranger/config.ini)
  • Adicionada a opção para selecionar todas as páginas com o mesmo formato de página
  • Suporte para importação de arquivos PDF criptografados
  • Permitida a inserção de páginas em branco
  • A página dividida agora suporta divisão n x m em vez de apenas 1 x 2
  • Reduzido o uso de memória

Para saber mais sobre essa versão do PDF Arranger, acesse a nota de lançamento.

Como instalar ou atualizar o PDF Arranger

Para instalar a versão mais recente do PDF Arranger nas principais distribuições Linux, use esse tutorial:
Como instalar o incrível utilitário PDFArranger no Linux
Como instalar o PDFArranger no Linux via Flatpak

Compartilhe:
Sobre o Edivaldo Brito

Edivaldo Brito é analista de sistemas, gestor de TI, blogueiro e também um grande fã de sistemas operacionais, banco de dados, software livre, redes, programação, dispositivos móveis e tudo mais que envolve tecnologia.