Porteus Kiosk 4.3.0 já está disponível para download! Baixe agora!

Tomasz Jokiel anunciou a disponibilidade de uma nova versão de sua distro, o Porteus Kiosk 4.3.0. Conheça mais um pouco sobre ela e descubra onde baixar a distro.


Porteus Kiosk é um sistema operacional Linux leve baseado no Gentoo, que foi reduzido e limitado para permitir o uso de um único aplicativo – o navegador Firefox. Isso o torna ideal para ser usado em terminais de navegação, comumente chamados de quiosques.
Porteus Kiosk 4.3.0 já está disponível para download! Baixe agora!

Nele, o navegador fica bloqueado para impedir que os usuários alterem as configurações ou baixem e instalem software. Quando o quiosque é carregado, ele automaticamente abre o Firefox na página inicial preferida do usuário.

O histórico de navegação não é mantido, nenhuma senha é salva e muitos itens de menu foram desativados para aumentar a segurança. Além disso, quando o Firefox é reiniciado todos os caches são limpos e o navegador reabre com uma sessão limpa.

Novidades do Porteus Kiosk 4.3.0

As principais atualizações de software presentes no Porteus Kiosk 4.3.0 são: kernel Linux 4.9.14, X.Org Server 1.19.2 Mozilla Firefox 45.8.0 ESR, Adobe Flash 24.0.0.221 e Google Chrome 55.0.2883.87.

Nessa versão, o parâmetro de configuração ‘client_id = automatic’ atribuirá automaticamente o ID do cliente ao quiosque, portanto, não há necessidade de configuração manual por dispositivo.

Esse parâmetro torna a instalação do cliente mais fácil e rápida, especialmente para grandes implantações. O backend serial para o serviço de impressão CUPS foi ativado por padrão. Isso é necessário porque algumas impressoras USB ainda exigem isso para conexão USB direta.

Conheça melhor a distribuição Porteus Kiosk

Para saber mais sobre a distribuição Porteus Kiosk, clique nesse link.
Para saber mais sobre essa versão da distribuição, acesse a nota de lançamento.

Baixe e experimente o Porteus Kiosk 4.3.0

A imagem ISO do Porteus Kiosk 4.3.0 já pode ser baixada acessando a página de download da distribuição.

Verifique se a imagem ISO está corrompida

Antes de gravar a imagem ISO que você baixou, verifique se ela está corrompida usando o tutorial abaixo:
Como verificar se uma imagem ISO está corrompida

Como gravar uma imagem ISO no Linux

Quem precisar gravar a imagem ISO após o download, pode usar esse tutorial do blog:
Como gravar uma imagem ISO Usando o Nautilus
Como gravar uma imagem ISO usando o Terminal
Como criar um pendrive de instalação
Como criar um pendrive inicializável com GNOME Disks

O que está sendo falado no blog nos últimos dias


Deixe um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Sair da versão mobile