Do not speak Portuguese? Translate this site with Google or Bing Translator

qBittorrent 4.3.2 lançado com suporte a IDNs e correções

E foi lançado o qBittorrent 4.3.2 com suporte a Nomes de Domínio Internacionalizados, e correções. Confira as novidades e veja como instalar no Linux.

O qBittorrent é um incrível cliente BitTorrent multiplataforma e de código aberto, escrito em C++/Qt, usando a biblioteca LibTorrent-rasterbar, e que foi criado para ser uma alternativa ao popular cliente μtorrent.

Esse aplicativo é rápido, estável, leve, suporta unicode e fornece um bom motor de busca integrado. Ele também vem com o encaminhamento de porta UPnP/NAT-PMP, criptografia (compatível com Vuze), FAST extension (mainline) e suporta PeX (compatível com utorrent).

qBittorrent vem com um motor de busca integrado, possui interface web, suporte para download sequencial, scheduler banda larga, suporte a RSS avançado com filtros de download, ferramenta de criação de torrent, filtragem IP e outras características úteis.

Agora, o cliente BitTorrent qBittorrent 4.3.2 foi lançado com novos recursos e várias correções de bugs.

Novidades do qBittorrent 4.3.2

qBittorrent 4.3.2 lançado com suporte a IDNs e correções
qBittorrent 4.3.2 lançado com suporte a IDNs e correções

A nova versão do cliente Bittorrent apresenta uma opção de suporte a Nomes de Domínio Internacionalizados (IDNs), que permite que pessoas em todo o mundo usem nomes de domínio em idiomas e scripts locais.

Agora permite adicionar a pasta raiz ao conteúdo do torrent. E a opção de “validação do rastreador HTTPS” está disponível em todas as plataformas com o libtorrent mais recente.

As correções de bugs no qBittorrent 4.3.2 incluem:

  • Corrigir classificação quebrada em algumas colunas
  • Corrija a disponibilidade por valor de arquivo
  • Corrige o status de torrents sem metadados
  • Não tente remover pastas de um torrent sem metadados
  • Aumente o limite superior da opção “Máximo de anúncios simultâneos de HTTP”
  • Adicionar links para documentação libtorrent
  • Mova as opções de “rastreador incorporado” para a seção qbt
  • Manipular adequadamente a alteração da opção “Acrescentar extensão”
  • Salvar corretamente o estado do torrent pausado
  • A correção do bug de “move storage job” (mover trabalho de armazenamento) pode ser realizada várias vezes

Existem também algumas mudanças na IU da WEB, incluindo a capacidade de usar ‘shift + delete’ para excluir torrents, permitir anexar tags enquanto adiciona torrents.

Para saber mais sobre essa versão do qBittorrent, acesse a nota de lançamento.

Como instalar ou atualizar o qBittorrent

Para instalar a versão mais recente do qBittorrent nas principais distribuições Linux, use esse tutorial:
Como instalar a última versão do qBittorrent no Linux via Flatpak
https://www.edivaldobrito.com.br/instale-o-qbittorrent-3-1-0-no-ubuntu-e-derivados/

Compartilhe:
Sobre o Edivaldo Brito

Edivaldo Brito é analista de sistemas, gestor de TI, blogueiro e também um grande fã de sistemas operacionais, banco de dados, software livre, redes, programação, dispositivos móveis e tudo mais que envolve tecnologia.