Raspberry Pi 4 aquece rapidamente e precisa de refrigeração

Um usuário afirmou que o Raspberry Pi 4 aquece rapidamente e precisa de refrigeração. Confira os detalhes e entenda!

Pouco tempo depois de seu lançamento, um usuário afirmou que o Raspberry Pi 4 aquece e precisa de . Confira os detalhes e entenda!

Recentemente, a Raspberry Foundation anunciou sua nova placa Raspberry 4, que veio com o mesmo preço de sua versão anterior, mas adicionando muitas melhorias.

Raspberry Pi 4 aquece rapidamente e precisa de refrigeração
Raspberry Pi 4 aquece rapidamente e precisa de refrigeração

Se você ainda não conhece, o Raspberry Pi é um Single Board Computer (SBC, ou computador de placa única) bem pequeno, que se conecta a um monitor de computador ou TV, e usa um teclado e um mouse padrão, e que é desenvolvido no Reino Unido pela Fundação Raspberry Pi.

Após a notícia de sua disponibilidade para o público em geral, eles começaram a divulgar diferentes problemas relacionados ao Raspberry 4 e eis que o primeiro deles foram problemas relacionados a cabos USB do tipo C, já que nem todos o reconheceram como uma fonte de alimentação, mas como mais um acessório (áudio).

Agora, outra desvantagem com esta placa foi revelada.

Raspberry Pi 4 aquece rapidamente e precisa de refrigeração

Acontece que um usuário chamado Jeff Geerling, observou que agora o Raspberry 4 precisa de uma fonte de refrigeração (fan).

“Eu tenho usado o Pi para vários projetos desde que foi lançado em 2012, e para muitos modelos, incluindo o minúsculo Pi Zero e várias revisões do A +, você nem precisa de um ventilador para evitar lentidão do processador.”

“E imagens térmicas ou medições pontuais usando um termômetro infravermelho geralmente mostraram que SoC emitia a maior quantidade de calor.”

“No entanto, o Raspberry Pi 4 é diferente, uma vez que o processador não apenas aquece notavelmente, mesmo sob carga normal, mas há outros componentes na placa que aquecem a ponto de não serem fáceis de tocar.”

Aqui está uma imagem térmica tirada com uma câmera termográfica, que destaca as partes do Raspberry Pi 4 que geram mais calor após 5 minutos.

Raspberry Pi 4 aquece rapidamente e precisa de refrigeração

Muitos de vocês podem pensar que o aquecimento da placa é normal e em condições normais, mas para o caso do Raspberry Pi 4 excede os limites de um aquecimento “normal”, pois não só impede que você obtenha a velocidade máxima que o processador pode oferecer, mas também significa que suas atividades levarão mais tempo.

Além de tudo isso, ao trabalhar no limite, a temperatura do aparelho aumenta mais e pode comprometer os componentes a longo prazo.

Isso indica que as partes dentro do Raspberry Pi (geralmente apenas o processador, mas provavelmente outros) estão aquecendo o suficiente para atingir seus próprios limites internos de segurança.

O processador também estava em cerca de 60° C, embora em parte o invólucro de metal ajuda a difundir esse calor em torno do perímetro e na imagem IR, o calor irradia a partir do topo da CPU.

Sobre as áreas brancas brilhantes na parte inferior esquerda, Jeff garante que essa parte do cartão quase sempre libera uma grande quantidade de calor e os componentes nessa área não se dissipam tanto quanto o processador.

Finalmente, ele diz que se você tem alguma atividade nas portas USB, esta parte também atinge 60 e 70° C.

Até mesmo uma atualização recente do sistema (Raspbian) pode ajudar a manter esse chip um pouco mais frio, mas ele ainda vai aquecer sob carga.

“Então imagine que você realmente irá usar o Pi 4 em vez de um computador de mesa com pelo menos um disco rígido externo USB 3.0 conectado, WiFi conectado e transferir grandes quantidades de dados, um teclado e mouse USB, juntamente com o trabalho de várias janelas navegador, um editor de texto e um leitor de música.”

Essa quantidade de carga é suficiente para fazer com que o processador acelere em menos de 10 minutos.

No entanto, Jeff diz que assistir a vídeos, navegar em sites mais complexos e freqüentemente alterar aplicativos, faz com que o processador atinja rapidamente uma temperatura de até 80 graus Celsius, especialmente se estiver em um case de plástico, completamente fechado e sem ventilação.

“Para meus testes mais formais, comecei a executar o stress –pu 4 para que o processador fizesse muito trabalho, continuamente. Depois de alguns minutos, usando vcgencmd measure_temp e “Vcgencmd get_throttled, pude ver que o processador começou a ficar lento assim que atingiu 80° C (176° F).”

Finalmente, Jeff compartilhou um vídeo de como você pode adicionar um ventilador (fan) ao invólucro do Raspberry Pi e assim resolver esse problema.

O que está sendo falado no blog

Veja mais artigos publicados neste dia…

Ajude a manter o Blog do Edivaldo - Faça uma doação

Se você gosta do conteúdo do Blog, você pode ajudar a manter o site simplesmente fazendo uma doação única, esporádica ou mensal, usando uma das opções abaixo:

Doação usando Paypal

Doação usando PagSeguro
Outras formas de ajudar a manter o Blog do Edivaldo