Streama no Linux – Crie seu próprio Netflix pessoal

Se você quer ter seu próprio Netflix pessoal no PC, conheça e veja como instalar o Streama no Linux. Depois, é só preparar a pipoca.

O Streama é um servidor de streaming de mídia hospedado de forma gratuita, rodando em Java, e que você pode instalar em sua distribuição Linux favorita.

Streama no Linux - Crie seu próprio Netflix pessoal
Streama no Linux – Crie seu próprio Netflix pessoal

Suas características são semelhantes às da Kodi e do Plex, e é simplesmente uma questão de escolha pessoal qual delas você gostaria de usar.

Algumas das características mais interessantes incluem:

  • Gerenciamento fácil de mídia – usando arrastar e soltar;
  • Multi usuário;
  • Navegador de arquivos;
  • Belo vídeo player;
  • Sincronização ao vivo assistindo remotamente;
  • Filmes e programas relacionados;
  • Fácil configuração para local ou remoto.

O Streama pode ser instalado em diferentes distribuições, mas como os desenvolvedores dizem, ele não terá um bom desempenho em sistemas mais antigos, o suporte para Raspberry Pi também não está incluído no momento. Ele Também requer um mínimo de 2 GB de RAM.
 
Você pode experimentar a demonstração ao vivo do Streama e seus recursos, antes de instalá-lo em seu servidor, acessando o endereço

  • https://demo.streamaserver.org/
  • e usando o usuário e senha demoUser

    Como instalar o Streama no Linux

    Para instalar o Streama, primeiramente, você precisa instalar o Java 8, como recomendado, já que o Streama pode não funcionar com Java 7 ou 10.

    Java no Linux: veja como Instalar manualmente

    Em seguida, para instalar o Streama no Linux, você deve fazer o seguinte:

    Passo 1. Abra um terminal;
    Passo 2. Crie uma pasta onde você irá armazenar os arquivos do Streama, no meu caso deve ser /home/user/streama (você pode escolher outro diretório, se quiser);

    mkdir ~/streama

    Passo 3. Em seguida, entre na pasta do streama;

    cd ~/streama

    Passo 4. Faça o download da última versão do Streama na página do software no GitHub ou use o comando wget a seguir para fazer o download salvá-lo como streama.war;

    wget https://github.com/streamaserver/streama/releases/download/v1.10.3/streama-1.10.3.jar -O streama.war

    Passo 5. Uma vez baixado, dê permissão de execução ao arquivo .war;

    chmod +x streama.war

    Passo 6. Agora, você já pode iniciar o servidor Streama usando o seguinte comando;

    java -jar streama.war

    Aguarde alguns segundos e espere até ver uma mensagem com esta:

    Grails application running at http://localhost:8080 in environment: production

    Agora abra seu navegador para acessar a URL fornecida: http://localhost:8080. Você deve ver a página de login do Streama. Pela primeira vez login você deve usar as seguintes credenciais (depois de logar, lembre-se de mudar essas credenciais):

    Usuário: admin
    Senha: admin

    Depois de fazer o login, você será solicitado a inserir algumas opções de configuração. Alguns dos mais importantes:

    • Upload Directory – diretório onde seus arquivos serão armazenados. Você deve usar o caminho completo;
    • Base URL – o URL que você usará para acessar seu Streama. Ele já está preenchido, mas você pode alterá-lo, caso deseje acessar o Stream com um URL diferente;
    • Streama Title – o título da sua instalação do Streama. O padrão é definido como Streama.

    Streama no Linux - Crie seu próprio Netflix pessoal

    As outras opções não são necessárias e você pode preenchê-las se quiser ou deixá-las com seus valores padrão.

    Em seguida, você pode ir para a seção ‘Manage content’ (Gerenciar conteúdo) e usar o gerenciador de arquivos para revisar seus arquivos de mídia.

    Streama no Linux - Crie seu próprio Netflix pessoal

    Você pode fazer upload dos arquivos diretamente no ‘Upload Directory’, que você definiu anteriormente.

    Sobre o Edivaldo Brito

    Edivaldo Brito é analista de sistemas, gestor de TI, blogueiro e também um grande fã de sistemas operacionais, banco de dados, software livre, redes, programação, dispositivos móveis e tudo mais que envolve tecnologia.

    Deixe um comentário

    Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

    Ads Blocker Image Powered by Code Help Pro

    Bloqueador de anúncios detectado!!!

    Nosso site precisa de publicidade para existir. Por favor, insira-o na lista de permissões/lista branca para liberar a exibição de anúncios e apoiar nosso site. Nosso conteúdo é GRATUITO, e tudo o que pedimos é isso!
    Powered By
    100% Free SEO Tools - Tool Kits PRO