Streama no Linux – Crie seu próprio Netflix pessoal

Quer ter seu próprio Netflix pessoal no PC? Conheça e veja como instalar o Streama no Linux!

Se você quer ter seu próprio pessoal no PC, conheça e veja como instalar o no Linux. Depois, é só preparar a pipoca.

O Streama é um servidor de streaming de mídia hospedado de forma gratuita, rodando em Java, e que você pode instalar em sua distribuição Linux favorita.

Streama no Linux - Crie seu próprio Netflix pessoal
Streama no Linux – Crie seu próprio Netflix pessoal

Suas características são semelhantes às da Kodi e do Plex, e é simplesmente uma questão de escolha pessoal qual delas você gostaria de usar.

Algumas das características mais interessantes incluem:

  • fácil de mídia – usando arrastar e soltar;
  • Multi usuário;
  • Navegador de arquivos;
  • Belo vídeo player;
  • Sincronização ao vivo assistindo remotamente;
  • Filmes e programas relacionados;
  • Fácil configuração para local ou remoto.

O Streama pode ser instalado em diferentes distribuições, mas como os desenvolvedores dizem, ele não terá um bom desempenho em sistemas mais antigos, o suporte para Raspberry Pi também não está incluído no momento. Ele Também requer um mínimo de 2 GB de RAM.
 
Você pode experimentar a demonstração ao vivo do Streama e seus recursos, antes de instalá-lo em seu servidor, acessando o endereço

  • https://demo.streamaserver.org/
  • e usando o usuário e senha demoUser

    Como instalar o Streama no Linux

    Para instalar o Streama, primeiramente, você precisa instalar o Java 8, como recomendado, já que o Streama pode não funcionar com Java 7 ou 10.

    Java no Linux: veja como Instalar manualmente

    Em seguida, para instalar o Streama no Linux, você deve fazer o seguinte:

    Passo 1. Abra um terminal;
    Passo 2. Crie uma pasta onde você irá armazenar os arquivos do Streama, no meu caso deve ser /home/user/streama (você pode escolher outro diretório, se quiser);

    mkdir ~/streama

    Passo 3. Em seguida, entre na pasta do streama;

    cd ~/streama

    Passo 4. Faça o download da última versão do Streama na página do software no GitHub ou use o comando wget a seguir para fazer o download salvá-lo como streama.war;

    wget https://github.com/streamaserver/streama/releases/download/v1.6.1/streama-1.6.1.war -O streama.war

    Passo 5. Uma vez baixado, dê permissão de execução ao arquivo .war;

    chmod +x streama.war

    Passo 6. Agora, você já pode iniciar o servidor Streama usando o seguinte comando;

    java -jar streama.war

    Aguarde alguns segundos e espere até ver uma mensagem com esta:

    Grails application running at http://localhost:8080 in environment: production

    Agora abra seu navegador para acessar a URL fornecida: http://localhost:8080. Você deve ver a página de login do Streama. Pela primeira vez login você deve usar as seguintes credenciais (depois de logar, lembre-se de mudar essas credenciais):

    Usuário: admin
    Senha: admin

    Depois de fazer o login, você será solicitado a inserir algumas opções de configuração. Alguns dos mais importantes:

    • Upload Directory – diretório onde seus arquivos serão armazenados. Você deve usar o caminho completo;
    • Base URL – o URL que você usará para acessar seu Streama. Ele já está preenchido, mas você pode alterá-lo, caso deseje acessar o Stream com um URL diferente;
    • Streama Title – o título da sua instalação do Streama. O padrão é definido como Streama.

    Streama no Linux - Crie seu próprio Netflix pessoal

    As outras opções não são necessárias e você pode preenchê-las se quiser ou deixá-las com seus valores padrão.

    Em seguida, você pode ir para a seção ‘Manage content’ ( conteúdo) e usar o de arquivos para revisar seus arquivos de mídia.

    Streama no Linux - Crie seu próprio Netflix pessoal

    Você pode fazer upload dos arquivos diretamente no ‘Upload Directory’, que você definiu anteriormente.

    O que está sendo falado no blog

    Veja mais artigos publicados neste dia…

    Ajude a manter o Blog do Edivaldo - Faça uma doação

    Se você gosta do conteúdo do Blog, você pode ajudar a manter o site simplesmente fazendo uma doação única, esporádica ou mensal, usando uma das opções abaixo:

    Doação usando Paypal

    Doação usando PagSeguro
    Outras formas de ajudar a manter o Blog do Edivaldo


    blog comments powered by Disqus