Do not speak Portuguese? Translate this site with Google or Bing Translator

Ubuntu 20.10 lançado com otimização para Raspberry Pi e muito mais

E saiu mais uma atualização do sistema operacional da Canonical, o Ubuntu 20.10 Groovy Gorilla. Confira as novidades e descubra onde baixar a distro.

A Canonical finalmente lançou o Ubuntu 20.10 – a última iteração de um dos sistemas operacionais de código aberto mais populares. Esta versão traz muitos novos elementos para Raspberry Pi, desktops e servidores.

Neste artigo, vamos ver o que há de novo no Ubuntu 20.10 Groovy Gorilla e como você pode atualizá-lo no Ubuntu 20.04 Focal Fossa.

Novidades do Ubuntu 20.10

Ubuntu 20.10 lançado com otimização para Raspberry Pi e muito mais
Ubuntu 20.10 lançado com otimização para Raspberry Pi e muito mais

A Canonical afirma que o Ubuntu agora está mais otimizado para Raspberry Pi. Em um comunicado, o CEO Mark Shuttleworth disse:

“Estamos honrados em apoiar essa iniciativa, otimizando o Ubuntu no Raspberry Pi, seja para uso pessoal, fins educacionais ou como base para seu próximo empreendimento.”

Dispositivos, incluindo o Raspberry Pi 2, 3 e 4, agora foram adicionados à lista de “Dispositivos ARM e x86 certificados pelo Ubuntu”. Ubuntu também é o sistema operacional mais amplamente usado no Microsoft Azure, Google, IBM, Amazon Web Services e Oracle Clouds e OEMs como Dell, HP e Lenovo também vendem PCs com Ubuntu.

Os modelos Raspberry Pi com 4/8 GB de RAM agora suportam Ubuntu Desktop. Em um comunicado, o CEO da Raspberry Pi Trading, Eben Upton, disse:

“Da placa clássica do Raspberry Pi ao Módulo de computação de nível industrial, esta primeira etapa para um Ubuntu LTS no Raspberry Pi com suporte de longo prazo e atualizações de segurança corresponde ao nosso compromisso de ampliar o acesso aos melhores recursos de computação e código aberto.”

Os usuários do Raspberry Pi podem organizar cargas de trabalho altamente disponíveis por meio de MicroK8s com LXD para construir algo como um aparelho de laboratório doméstico usando seu clustering e gerenciamento de máquina virtual.

O Ubuntu 20.10 permite que os desenvolvedores testem, experimentem e desenvolvam com recursos completos de nuvem usando Raspberry Pi, o que é ótimo, especialmente para entusiastas de AI/ML.

Desta vez, o Ubuntu 20.10 também inclui LXD 4.6 e MicroK8s 1.19 para micro nuvens fortes, pequenos clusters de servidores destinados a fornecer VMs e Kubernetes para escritórios remotos e filiais e infraestruturas orientadas para distribuição.

O Ubuntu 20.10 vem com o GNOME 3.38, que traz muitas mudanças: grade de aplicativos ajustada e remove a aba de frequências, permitindo que os aplicativos sejam organizados.

O “Display Battery Percentage Toggle” agora está disponível nas configurações de energia. Os pontos de acesso Wi-Fi agora podem ser compartilhados usando códigos QR. Uma nova opção de reinicialização foi adicionada ao lado de Logout/Desligar no menu de status. Os eventos do calendário serão mostrados na bandeja de mensagens.

O Linux Kernel 5.8 também traz suporte Thunderbolt Port 3 e suporte para gráficos nos mais recentes processadores da Intel Ice lake e Tiger Lake. Além disso, a ferramenta de captura de tela também foi reformulada e se parece mais com a do Pop! _OS.

Mais dispositivos agora são certificados pelo Ubuntu. Mais estações de trabalho Ubuntu receberão agora suporte de identificação biométrica pronto para uso. Dispositivos 2 em 1 como o Dell XPS 2 em 1 e Lenovo Yoga agora oferecem suporte a teclados na tela para melhorar a experiência do usuário.

Micro clouds, ou Micro Nuvens são uma nova classe de infraestrutura que visa fornecer melhor computação sob demanda. Ubuntu 20.10 possui uma pilha de micro nuvem que combina MAAS, LXD, MicroK8s e Ceph para fornecer nuvens de bolso flexíveis para cargas de trabalho de missão crítica em RANs 5G, fábricas da indústria 4.0, infraestruturas V2X, cidades inteligentes e instalações de saúde.

Confira os detalhes das novidades dessa atualização nesse outro artigo:

Conheça os novos recursos do Ubuntu 20.10 Groovy Gorilla

Para mais detalhes, a nota de lançamento do Ubuntu 20.10 podem ser encontrada nesse endereço:
Notas de lançamento do Ubuntu

Já as notas de lançamento dos sabores oficiais podem ser encontradas nos seguintes links:
Notas de lançamento do Kubuntu
Notas de lançamento do Lubuntu
Notas de versão do Ubuntu Budgie
Notas de versão do Ubuntu KylinNotas de versão do Ubuntu MATE
Notas de versão do Ubuntu Studio
Notas de lançamento do Xubuntu

Baixe e experimente o Ubuntu 20.10

Se você já usa o sistema, use o tutorial abaixo para atualizá-lo:
Como atualizar para o Ubuntu 20.10 via terminal (server e desktop)

Para novas instalações ou atualizações usando uma mídia, a imagem ISO do Ubuntu 20.10 já pode ser baixada acessando a página de download da distribuição.
Ou se preferir, acesse os links abaixo diretamente (os links abaixo ainda estão sendo atualizados pela Canonical):
Ubuntu Desktop and Server
Ubuntu Images
Ubuntu Cloud Images
Ubuntu Netboot
Kubuntu
Lubuntu
Ubuntu Budgie
Ubuntu Kylin
Ubuntu MATE
Ubuntu Studio
Xubuntu

Verifique se a imagem ISO está corrompida

Antes de gravar a imagem ISO que você baixou, verifique se ela está corrompida usando o tutorial abaixo:
Como verificar se uma imagem ISO está corrompida

Como gravar uma imagem ISO no Linux

Quem precisar gravar a imagem ISO após o download, pode usar esse tutorial do blog:

Como gravar uma imagem ISO Usando o Nautilus
Como gravar uma imagem ISO usando o Terminal
Como criar um pendrive de instalação
Como criar um pendrive inicializável com GNOME Disks
Como criar um pendrive inicializável com o Etcher no Linux

Compartilhe:
Sobre o Edivaldo Brito

Edivaldo Brito é analista de sistemas, gestor de TI, blogueiro e também um grande fã de sistemas operacionais, banco de dados, software livre, redes, programação, dispositivos móveis e tudo mais que envolve tecnologia.