Do not speak Portuguese? Translate this site with Google or Bing Translator

Ubuntu Cinnamon Remix 20.10 lançado com Cinnamon 4.6.6 e muito mais

E foi lançado o Ubuntu Cinnamon Remix 20.10 com Cinnamon 4.6.6 e muito mais. Confira as novidades e descubra onde baixar a distro.

Ubuntu Cinnamon Remix é um sabor não oficial do sistema operacional Ubuntu que, por padrão, usa o popular ambiente de desktop Cinnamon do Linux Mint.

Assim como todas as rodadas oficiais e não oficiais do Ubuntu, ele vem com suas próprias personalizações e alguns pacotes internos.

Agora, O Ubuntu Cinnamon Remix 20.10 também foi lançado, seguindo de perto o Ubuntu 20.04.1 LTS (Focal Fossa) e o Ubuntu Unity 20.04.1.

Sim. A versão mais recente, Ubuntu Cinnamon Remix 20.10, agora está disponível para download e vem com várias novidades.

Novidades do Ubuntu Cinnamon Remix 20.10

Ubuntu Cinnamon Remix 20.10 lançado com Cinnamon 4.6.6 e muito mais
Ubuntu Cinnamon Remix 20.10 lançado com Cinnamon 4.6.6 e muito mais

Entre as mudanças presentes no Ubuntu Cinnamon Remix 20.10, há pelo menos duas que eram esperadas: o uso do kernel 5.8 como kernel padrão e a atualização do ambiente gráfico para o Cinnamon 4.6.6.

Abaixo você encontra uma lista das novidades mais marcantes que chegaram com o Ubuntu Cinnamon 20.10 Groovy Gorilla, um sistema operacional que continua com o “sobrenome” de Remix porque ainda não foi “adotado” pela Canonical.

Destaques do Ubuntu Cinnamon 20.10:

  • Kernel 5.8.
  • Suportado por 9 meses, até julho de 2021.
  • Novos sons. Ou velho, dependendo de como você olha para ele. Agora parece o Ubuntu oficial. Relacionado a isso, agora você pode ouvir como o volume está alto enquanto o altera.
  • Eles corrigiram vários bugs no tema Kimmo. No futuro, eles irão recolorir o tema Yaru para o tema Canela.
  • Eles adicionaram o Rhythmbox novamente.
  • Remoção do pacote de especiarias com Cinnamon.
  • Cinnamon 4.6.6, com alterações como:
    • A bandeja do sistema parece muito mais limpa/bonita.
    • O Nemo mudou em sua priorização de conteúdo e velocidade/desempenho. As miniaturas também mudaram, então agora será mais rápido copiar arquivos como filmes de uma pasta para outra.
  • O suporte do monitor foi aprimorado. Isso inclui:
    • Escala fracionária.
    • Frequência de atualização.
    • Resolução.
    • Mais configurações do monitor.
    • Os tamanhos/ícones de aplicativos agora se ajustam ao tamanho da tela.
  • Há mais personalização no miniaplicativo e protetor de tela do teclado Cinnamon.
  • Suporte para elogind foi corrigido.

Peisach promete que há muitas outras melhorias pendentes, mas que teremos que esperar até abril de 2021 para aproveitá-las.

No momento, o que já está disponível é o Ubuntu Cinnamon 20.10. Resta saber se em 21.04, cujo adjetivo já conhecemos ser “Hirsuto”, o Ubuntu Cinnamon já se tornou um sabor oficial.

Para saber mais sobre essa versão da distribuição, acesse a nota de lançamento.

Confira os detalhes das novidades dessa atualização nesse outro artigo:

Conheça os novos recursos do Ubuntu 20.10 Groovy Gorilla

Baixe e experimente o Ubuntu Cinnamon Remix 20.10

Se você já usa o sistema, use o tutorial abaixo para atualizá-lo:
Como atualizar para o Ubuntu 20.10 via terminal (server e desktop)
Para novas instalações ou atualizações usando uma mídia, a imagem ISO do Ubuntu Cinnamon Remix 20.10 já pode ser baixada acessando a página de download da distribuição.

Verifique se a imagem ISO está corrompida

Antes de gravar a imagem ISO que você baixou, verifique se ela está corrompida usando o tutorial abaixo:
Como verificar se uma imagem ISO está corrompida

Como gravar uma imagem ISO no Linux

Quem precisar gravar a imagem ISO após o download, pode usar esse tutorial do blog:

Como gravar uma imagem ISO Usando o Nautilus
Como gravar uma imagem ISO usando o Terminal
Como criar um pendrive de instalação
Como criar um pendrive inicializável com GNOME Disks
Como criar um pendrive inicializável com o Etcher no Linux

Compartilhe:
Sobre o Edivaldo Brito

Edivaldo Brito é analista de sistemas, gestor de TI, blogueiro e também um grande fã de sistemas operacionais, banco de dados, software livre, redes, programação, dispositivos móveis e tudo mais que envolve tecnologia.