Wayland 1.17 lançado com protocolo atualizado e outras melhorias

Derek Foreman, gerente de lançamento do Wayland, anunciou oficialmente o lançamento do Wayland 1.17. Confira todas as novidades dessa atualização.


O Wayland é um protocolo de servidor gráfico e uma biblioteca para o Linux que fornece um método para os gerenciadores de composição de janelas se comunicarem diretamente com aplicativos e hardware de vídeo.
Wayland 1.17 lançado com protocolo atualizado e outras melhorias

Wayland pretende ser um substituto mais simples para o X, mais fácil de desenvolver e manter. Wayland é um protocolo para um compositor falar com seus clientes, bem como uma implementação da biblioteca C desse protocolo.

Recentemente, o gerente de lançamento do Wayland, Derek Foreman, anunciou o lançamento do Wayland 1.17, a primeira atualização oficial desde agosto do ano passado.

O Wayland 1.17 não é o lançamento mais empolgante para os usuários finais, mas tem algumas melhorias de baixo nível.

Wayland 1.17

Wayland 1.17 tem alguns vazamentos de memória plugados e outras correções no código do scanner e testes, o protocolo wl_seat foi atualizado para exigir que os keymaps sejam privados.

Talvez o destaque mais notável que chegou com o Wayland 1.17, foi o suporte para mensagens de erro internas do servidor.

Essas mensagens de erro internas do servidor permitem notificar os clientes de bugs internos, pois até agora não havia como notificar os clientes sobre erros internos do servidor.

Esta é uma contribuição interessante para Wayland feita por Christopher James Halse Rogers, da Canonical.

Existem também várias outras pequenas correções no Wayland 1.17.

Weston 6.0 como compositor de referência de Wayland também está chegando em breve, mas hoje Derek optou por lançar um RC2 ao invés de promovê-lo para o final, em conjunto com o Wayland 1.17.

Para saber mais sobre essa versão do Wayland, acesse o anúncio de lançamento.

O que está sendo falado no blog

Deixe um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Sair da versão mobile