Xiaomi lançou uma bicicleta elétrica mais barata que seu smartphone

Confira o anúncio de que a Xiaomi lançou uma bicicleta elétrica mais barata que seu smartphone!

A Xiaomi lançou uma bicicleta elétrica mais barata que seu smartphone, que pode ser útil para que está na dúvida se compra um celular ou uma bicicleta (só que não).

Ainda não satisfeita com a sua atual gama de produtos eletrônicos, a Xiaomi decidiu dar um passo adiante ao introduzir outra bicicleta elétrica.

Xiaomi lançou uma bicicleta elétrica mais barata que seu smartphone
Xiaomi lançou uma bicicleta elétrica mais barata que seu smartphone

Sim. A Xiaomi lançou recentemente um novo ciclomotor elétrico, com um preço inicial de cerca de U$$ 425. No entanto, no momento, esta bicicleta elétrica está disponível apenas na China.

Xiaomi lançou uma bicicleta elétrica mais barata que seu smartphone

A empresa lançou dois modelos, A1 e A1 pro. Vamos falar sobre essas bicicletas elétricas em detalhes.

Xiaomi Electric Bike A1 e A1 Pro:

Não é a primeira vez que a Xiaomi experimenta um veículo elétrico de duas rodas. No passado, a Xiaomi também fabricou bicicletas elétricas. Na maioria das vezes, a empresa chinesa adota o financiamento coletivo para fazer backup de seus projetos.

A mesma estratégia de financiamento coletivo foi incorporada a este projeto. Além disso, a Xiaomi colaborou com uma empresa chinesa 70mai para fabricar essas bicicletas elétricas.

Especificações

Estes ciclomotores elétricos são muito leves, com apenas 52 kg ou 115 libras. De acordo com as fontes, o A1 e o A1 Pro têm configurações ligeiramente diferentes.

O A1 é alimentado por uma bateria de 768 Wh de íons de lítio, fornecendo um alcance de 37 milhas (59,5 km), enquanto a A1 possui uma bateria de 960 Wh atualizada, com um alcance mais estendido de 43 milhas ou 70 km.

No entanto, ambos os ciclomotores têm um sistema de carregamento de 48V. As baterias são removíveis e podem ser carregadas separadamente.

Embora existam baterias diferentes, as duas bicicletas elétricas têm a mesma velocidade máxima de 25 km/h. A velocidade máxima está definida e é a velocidade máxima para uma bicicleta elétrica de acordo com as normas de trânsito chinesas.

Design

À primeira vista, podemos ver facilmente que a bicicleta elétrica recebeu uma opção adicional de pedais. Os pedais a tornam adequado para pessoas físicas e preocupadas com a saúde. Além disso, no caso de uma bateria fraca, você pode usar sua bicicleta elétrica como as bicicletas convencionais.

A Xiaomi forneceu rodas de 16″, adicionando um visual esportivo, além de freios a disco na frente e freios a tambor na traseira em suas bicicletas elétricas. Se falarmos sobre a suspensão, a bicicleta vem com um garfo dianteiro telescópico e amortecedores hidráulicos na parte traseira.

Principais recursos (visor colorido/GPS)

Xiaomi lançou uma bicicleta elétrica mais barata que seu smartphone
Ambas as variantes têm uma tela colorida com um GPS embutido, e a interface parece impressionante. Além disso, o A1 Pro também possui um recurso de tela de toque. No entanto, para torná-lo mais conveniente, a empresa também forneceu um comando de narração no console.

A bicicleta elétrica também possui uma câmera de grande angular de 1080p e 130 graus para capturar vídeos de passeio. Parece que a Xiaomi está usando sua tecnologia de telefonia móvel de maneira inteligente.

Preço

Como mencionei anteriormente, a bicicleta elétrica Xiaomi está disponível apenas na China no momento. No entanto, será lançado nos EUA e em outros países assim que a pandemia do COVID-19 acabar.

O preço do modelo A1 começa em RMB 2.999, que é de aproximadamente U$$ 425. O modelo Xiaomi A2 pro, que está sendo ligeiramente atualizado, custa RMBv3.999 ou U$$ 566.

Este não é um produto orientado para o desempenho. No entanto, poderia ser ótimo para quem procura uma bicicleta elétrica com uma opção de pedais e um toque dos recursos mais legais.

O que está sendo falado no blog

Veja mais artigos publicados neste dia…