Como criar uma pasta criptografada no Ubuntu

Embora você possa obter ferramentas proprietárias o TrueCrypt ou livres com o LUKS, para criptografar pastas ou partições, o sistema operacional Ubuntu inclui uma ferramenta de diretório particular por padrão. Hoje mostraremos como usá-la.

crypt


Veja também




Usar a ferramenta de criptografar do Ubuntu é muito fácil, basta atualizar e ativar a ferramenta para usá-la. Quando você um volume criptografado no Ubuntu, o volume recebe o nome de “~/.Private.” (ou “~ /.Privada.”). Você pode atribuir uma senha quando o volume é criado e você usará ela para visualizar ou copiar arquivos de e para o diretório criptografado.

Passo 1. Abra um terminal;

Passo 2. Para atualizar o sistema com a versão mais recente da ferramenta e, em seguida, instalar automaticamente a ferramenta, digite o seguinte comando no prompt de comando e em seguida pressione a tecla “Enter”::

sudo apt-get install ecryptfs-utils

Passo 3. Depois de atualizar a ferramenta, digite o seguinte comando no prompt de comando e pressione a tecla “Enter”:

ecryptfs-setup-private

Passo 4. O comando anterior executa a rotina de instalação para criar a partição privada e proteger a partição com uma senha. Um prompt para digitar sua senha de usuário, digite-a. Em seguida digite a senha que será utilizada na   pressione a tecla “Enter”, repita novamente o processo. Memorize bem a senha, pois você vai precisar digitá-la cada vez que você acessar a partição privada.

Passo 5. Saia da sessão atual;

Passo 6. Inicie uma nova sessão. O volume criptografado já está abaixo de sua pasta de usuário e você já  poderá usá-la normalmente, claro, usando a senha criada.

Pronto. Qualquer critica, sugestão ou dica é só comentar.

Edivaldo

Edivaldo Brito é analista de sistemas, gestor de TI, blogueiro e também um grande de fã de sistemas operacionais, banco de dados, software livre, redes, programação, dispositivos móveis e tudo mais que envolve tecnologia.

Website: http://www.edivaldobrito.com.br



blog comments powered by Disqus