Como instalar o cliente de e-mail Nylas N1 no Linux



Procurando uma nova opção para gerenciar seus e-mails? Então conheça e veja com instalar o cliente de e-mail Nylas N1 no Linux Ubuntu, Debian, Fedora e derivados.


Nylas N1 é um cliente de e-mail moderno, desenvolvido para oferecer uma alternativa ao Microsoft Outlook, Mozilla Thunderbird e etc. Ele fornece recursos interessantes de suporte para clientes de email mais populares, incluindo também o Microsoft Exchange.

Como instalar o cliente de e-mail Nylas N1 no Linux

Observe que a interface gráfica moderna do Nylas N1 é capaz de integrar-se bem com os desktops populares ambientes do Linux, bem como o Microsoft Windows e Apple Mac.



O programa possui uma gama de personalizações e temas dedicados, e acima de tudo, a opção de expandir as suas funcionalidades através de extensões dedicadas (por exemplo, existe um plugin que permite-nos a traduzir os e-mails no idioma de sua preferência).

Como instalar o cliente de e-mail Nylas N1 no Linux

Como instalar o cliente de e-mail Nylas N1 no Linux

Conheça melhor o cliente de e-mail Nylas N1

Para saber mais sobre esse programa, clique nesse link.

Instalando o cliente de e-mail Nylas N1 no Linux

É possível o cliente de e-mail Nylas N1 no Linux, mas por enquanto, apenas em sistemas que usam pacotes DEB e RPM. Para isso, siga as instruções abaixo:

Instalando o cliente de e-mail Nylas N1 no Linux Ubuntu, Debian e distros que usam arquivos .DEB

Para instalar o cliente de e-mail Nylas N1 no Linux Ubuntu, Debian e distros que usam arquivos .DEB, faça o seguinte:
Passo 1. Abra um terminal;
Passo 2. Confira se o seu sistema é realmente de 64 bits, para isso, use o seguinte comando no terminal:

uname -m

Passo 3. Depois de confirmar que seu sistema é de 64 bits, use o comando abaixo para baixar o programa. Se o link estiver desatualizado, acesse essa página, baixe a última versão e salve-o com o nome nylas.deb;

wget https://github.com/nylas/nylas-mail/releases/download/1.5.0/N1-1.5.0.deb -O nylas.deb

Passo 4. Agora instale o programa com o comando:

sudo dpkg -i nylas.deb

Passo 5. Caso seja necessário, instale as dependências do programa com o comando:

sudo apt-get install -f

Passo 6. Depois, caso seja necessário, desinstale o programa usando o comando abaixo;

sudo apt-get remove nylas

Instalando o cliente de e-mail Nylas N1 no Linux em distros que usam arquivos .RPM

Para instalar o cliente de e-mail Nylas N1 no Linux em distros que usam arquivos .RPM, faça o seguinte:
Passo 1. Abra um terminal;
Passo 2. Confira se o seu sistema é realmente de 64 bits, para isso, use o seguinte comando no terminal:

uname -m

Passo 3. Depois de confirmar que seu sistema é de 64 bits, use o comando abaixo para baixar o programa. Se o link estiver desatualizado, acesse essa página, baixe a última versão e salve-o com o nome nylas.rpm;

wget https://github.com/nylas/nylas-mail/releases/download/1.5.0/N1-1.5.0.rpm -O nylas.rpm

Passo 4. Para instalar em um Fedora, RedHat e seus derivados, use o comando abaixo:

sudo yum localinstall nylas.rpm

ou

sudo dnf install nylas.rpm

Passo 5. Para instalar em um openSUSE ou um de seus derivados, use o comando abaixo:

sudo zypper install nylas.rpm

Passo 6. Para instalar em um OpenMandriva, Mageia e seus derivados, use o comando abaixo:

sudo urpmi nylas.rpm

Passo 7. Depois, caso seja necessário, desinstale o programa usando o comando abaixo;

sudo urpme nylas

Pronto! Agora, quando quiser iniciar o programa, digite nylas no Dash (ou em um terminal, seguido da tecla TAB).

Fonte

Se você teve alguma dificuldade ou sabe de alguma dica relacionada ao assunto acima, escreva um comentário e ajude a melhorar esse texto. E não esqueça de compartilhar também, ok?

O que está sendo falado no blog nos últimos dias


Edivaldo

Edivaldo Brito é analista de sistemas, gestor de TI, blogueiro e também um grande de fã de sistemas operacionais, banco de dados, software livre, redes, programação, dispositivos móveis e tudo mais que envolve tecnologia.

Website: http://www.edivaldobrito.com.br/author/edivaldo/



blog comments powered by Disqus