Experimente Tails: uma distribuição Linux que mantém você no anonimato

Em tempos de governos monitorando até o trafego da Internet, uma boa pedida é usar Tor, e-mails criptografados e outros recursos. Mas se você não quer bater cabeça com nada disso, uma boa opção é experimentar a distribuição Tails.


Tails ou The Amnesic Incognito Live System é baseada no Debian, essa distribuição roda em modo live (através de um pendrive USB ou DVD) e não deixa rastros quando você se comunica pela internet, pois criptografa tudo que for possível.

Experimente Tails: uma distribuição Linux que mantém você no anonimato

Experimente Tails: uma distribuição Linux que mantém você no anonimato

Sua sigla traz as palavras Amnésico, porque ela perde a memória de longo prazo e Incógnito porque oculta qualquer atividade de comunicação.

A Amnésia e o Incógnito são garantidos pelo uso da rede de anonimato Tor em todas as conexões, pois são configuradas para isso e conexões diretas (ponto a ponto) são bloqueadas, já que elas podem revelar seu IP de origem.

Experimente Tails: uma distribuição Linux que mantém você no anonimato

Para completar, a distribuição não usa o disco rígido de seu equipamento, pois existem métodos para recuperar as informações gravadas nele.

Para funcionar sem usar o disco, a distro grava os dados na memória RAM, dificultando a recuperação de documentos extremamente sigilosos, embora existam métodos custosos para recuperar dados da memória.

A criptografia está por todo o sistema: no sistema de arquivos com o Linux Unified Key Setup (LUKS), no uso de HTTP com SSL em todos os sites que suportam, através do plug-in HTTPS Everywhere, na comunicação via OTR (Off The Record), na criptografia das mensagens por e-mail com OpenPGP.

Conheça melhor a distribuição Tails

Para saber mais sobre a distribuição Tails, clique nesse link.

Baixe e experimente o Tails

A imagem ISO da distribuição Tails já pode ser baixada acessando a página de download da distribuição.

Verifique se a imagem ISO está corrompida

Antes de gravar a imagem ISO que você baixou, verifique se ela está corrompida usando o tutorial abaixo:
Como verificar se uma imagem ISO está corrompida

Como gravar uma imagem ISO no Linux

Quem precisar gravar a imagem ISO após o download, pode usar esse tutorial do blog:
Como gravar uma imagem ISO Usando o Nautilus
Como gravar uma imagem ISO usando o Terminal
Como criar um pendrive de instalação
Como criar um pendrive inicializável com GNOME Disks
Como criar um pendrive inicializável com o Etcher no Linux

O que está sendo falado no blog nos últimos dias




blog comments powered by Disqus