Instale e experimente PhotoQt: Um visualizador de imagens estilo Lightbox

O PhotoQt é um de imagens estilo Lightbox. Se você gosta que visualizar suas imagens com estilo, veja como instalar esse aplicativo.


PhotoQt é um visualizador de imagens rápido e elegante que suporta manipulação de imagem básico e gerenciamento de arquivos. Além disso, o aplicativo agora usa GraphicsMagick o que significa que suporta mais de 80 tipos de arquivos.

Instale e experimente PhotoQt: Um visualizador de imagens estilo Lightbox


Veja também


O programa é semelhante aos “Lightbox”, plugins javascript disponíveis em muitos sites: ele usa um fundo semitransparente e há miniaturas na parte inferior, que podem ser usadas para navegar facilmente através das imagens disponíveis na pasta atual.



Além de alguns recursos básicos de manipulação de imagem (girar, lançar, zoom) e de gerenciamento de arquivos (renomear, apagar, mover, copiar), o aplicativo também vem com teclado e atalhos do mouse customizáveis, pode exibir informações EXIF, exibir imagens como apresentação de slides e muito mais.

visualizador de imagens photoqt

Conheça melhor o PhotoQt

Para saber mais sobre esse programa, clique nesse link.

Como instalar visualizador de imagens PhotoQt no Ubuntu e seus derivados

Para instalar o PhotoQt no Ubuntu e ainda poder receber automaticamente as futuras atualizações dele, você deve fazer o seguinte:
Passo 1. Abra um (no Unity use as teclas CTRL + ALT + T);
Passo 2. Se ainda não tiver, adicione o repositório do programa com este comando ou use esse tutorial;

 sudo apt-add-repository ppa:~lumas/photoqt

Passo 3. Atualize o Apt digitando o comando:

sudo apt-get update

Passo 4. Agora instale o programa com o comando:

sudo apt-get install photoqt

Como instalar o PhotoQt manualmente

Para aqueles que não conseguiram instalar com o procedimento acima, não querem adicionar o repositório ou querem tentar instalar em outra distribuição baseada em Debian, você pode pegar o arquivo DEB do programa nesse link e instalar ele manualmente (clicando duas vezes nele).

Mas lembre-se! Ao optar por esse tipo de instalação, você não receberá nenhuma atualização do programa.

Executando o PhotoQt

Quando quiser iniciar o programa, digite photoqt no Dash (ou em um terminal, seguido da tecla TAB).

Para usar PhotoQt no modo janela, a partir de seu menu, selecione “Configurações” > “Aparência e Comportamento” (Setting > Look and Behaviour) em seguida, na sub-aba “Comportamento” (Behaviour), marque a opção “Executar PhotoQt no modo janela” (Run PhotoQt in Window Mode).

Se quiser que o aplicativo use as decorações das janelas, verifique também o “Exibir Decoração Janela” (Show Window Decoration).

O menu está oculto por padrão – para acessá-lo, aponte o mouse para a borda superior direita da janela do aplicativo.

Desinstalando o PhotoQt no Ubuntu e derivados

Para desinstalar o PhotoQt no Ubuntu e derivados, faça o seguinte:
Passo 1. Abra um terminal;
Passo 2. Desinstale o programa, usando os comandos abaixo;

sudo apt-get remove photoqt
sudo apt-get autoremove

Instalando o PhotoQt em outras distribuições

Quem estiver usando outra distribuição, pode dar uma olhada no site do desenvolvedor do aplicativo acessando esse link. Lá tem as instruções, e se for o caso, o pacote para instalar ele em outras distribuições Linux. Apesar de estar em inglês, as instruções são bem simples. Se quiser pode tentar uma versão traduzida pelo Google Translator clicando aqui. Mas cuidado com os comandos, eles não devem ser traduzidos.

Via WebUpd8

Se você teve alguma dificuldade ou sabe de alguma dica relacionada ao assunto acima, escreva um comentário e ajude a melhorar esse texto. E não esqueça de compartilhar também, ok?

O que está sendo falado no blog nos últimos dias


Edivaldo

Edivaldo Brito é analista de sistemas, gestor de TI, blogueiro e também um grande de fã de sistemas operacionais, banco de dados, software livre, redes, programação, dispositivos móveis e tudo mais que envolve tecnologia.

Website: http://www.edivaldobrito.com.br



blog comments powered by Disqus