Qual Ubuntu 14.04 é mais rápido: 32 ou 64 bits?

Está na dúvida sobre qual versão do Ubuntu utilizar: ou 64 bits? Conheça os testes que a equipe Phoronix fez e acabe com essa incerteza.
32-64-bits
De acordo com informações do projeto Debian, a grande maioria dos usuários utiliza o Linux na versão de 64 bits, aliás essa também é a recomendada pela Canonical no momento do download. Esse avanço só foi possível graças aos desenvolvedores do Linux, que trabalharam muitos anos no passado para resolver alguns problemas relacionados com alguns plugins, software e outro empecilhos a de 64 bits.
submission
Mas para saber qual é a arquitetura mais rápida, a equipe Phoronix comparou a versão estável do Ubuntu de 32-bit e 64-bit. O teste foi realizado em um notebook ASUS Zenbook Prime UX32VDA que apresenta um quad core Intel Core i7-3517U 3,0 GHz e uma placa gráfica integrada Intel HD Graphics 4000, 4GB de RAM e 2 SSD de 128 GB em que foi instalada a versão de 32 e de 64 bits do Ubuntu LTS . O teste foi realizado utilizando o Phoronix Test Suite, uma ferramenta de código-fonte aberto e multiplataforma específica para testar, comparar e compartilhar o desempenho do sistema operacional em seu disco rígido, ssd, placa gráfica, etc.

Aqui estão alguns resultados de teste:
lffl www.lffl.org
lffl www.lffl.org
lffl www.lffl.org
lffl www.lffl.org


Veja também


Como podemos ver pelos resultados a versão de 64-bit do Ubuntu 14.04 é muito mais poderosa do que a versão de 32 bits (em alguns casos como OpenSSL e PostMark, a diferença é impressionante).
Para ver todo o teste realizado pela Phoronix, clique nesse link.



Via lffl linux freedom

Não está aparecendo algo?

Este post é melhor visualizado acessando direto da fonte. Para isso, clique nesse link.


O que está sendo falado no blog hoje


Edivaldo

Edivaldo Brito é analista de sistemas, gestor de TI, blogueiro e também um grande de fã de sistemas operacionais, banco de dados, software livre, redes, programação, dispositivos móveis e tudo mais que envolve tecnologia.

Website: http://www.edivaldobrito.com.br



blog comments powered by Disqus