Como instalar o Streamlink no Ubuntu, Linux Mint e derivados

Se você está a procura de um substituto do , veja como instalar o Streamlink no Ubuntu, Linux Mint e derivados.


Ultimamente desenvolvedor do aplicativo Livestreamer não tem feito quaisquer alterações ou respondido a questões ha bastante tempo, por isso, parece que o projeto foi abandonado.

Como instalar o Streamlink no Ubuntu, Linux Mint e derivados

No caso de você não estar familiarizado com o Livestreamer, ele é um utilitário de linha de comando (uma API dele também está disponível) que faz a saída de stream de vídeo de serviços como Livestream, Twitch, UStream, Youtube Live e muito mais, para reprodutores de vídeo como o VLC, MPV, e assim por diante.

Na prática, Livestreamer permite que seu PC direcione o canal da Twitch para fora do site, para exibi-lo dentro de um nativo com baixo consumo de memória e quase nenhum atraso ou engasgo.

Devido a alterações em vários serviços de streaming de vídeo, alguns plugins do Livestreamer já não funcionam corretamente – por exemplo, o desenvolvedor do Livestreamer Twitch GUI teve que implementar algumas soluções alternativas para conseguir funcionar com o Twitch.

Por causa disso, um fork do projeto Livestreamer, chamado Streamlink, foi criado recentemente. Como ainda não existem pacotes do Ubuntu para o novo fork, Andrew do site WebUpd8, fez upload de um para seu principal. A propósito, o desenvolvedor Livestreamer Twitch GUI já adicionou suporte inicial para Streamlink.

Streamlink corrige algumas questões bastante presentes no Livestreamer (para twitch, picarto, itvplayer, crunchyroll, periscope e douyutv, entre outros), além de adicionar plugins para novos serviços de streaming.

Novidade da versão mais recente do Streamlink

Streamlink 0.5.0 vem com diversas melhorias, das quais se destacam:

  • Adicionado suporte para streaming de vídeos armazenados no Google Drive/Google Docs;
  • Adicionado suporte para BBC iPlayer live and VOD, juntamente com suporte para streams HLS;
  • Adicionado suporte para Beam VOD e HLS streams for live;
  • Adicionado suporte para camsoda.com;
  • Adicionado novo plugin: canlitv;
  • Adicionado novo plugin: garena;
  • O plugin Aliez agora aceita qualquer TLD;
  • Adicionado suporte para avi/mov VOD streams for rtve;
  • Removido plugins mortos, como blip.tv, gaminglive.tv, leon.tv, livestation.com e muito mais.
  • Para mais detalhes, consulte a nota de lançamento.

    Conheça melhor o Streamlink

    Para saber mais sobre esse programa, clique nesse link.
    Para mais detalhes sobre o que o programa oferece, dê uma olhada no seu a changelog.

    Como instalar o Streamlink no Ubuntu, Linux Mint e derivados

    Para instalar o Streamlink no Ubuntu, Linux Mint e derivados e ainda poder receber automaticamente as futuras atualizações dele, você deve fazer o seguinte:
    Passo 1. Abra um terminal (no Unity use as teclas CTRL + ALT + T);
    Passo 2. Se ainda não tiver, adicione o repositório do programa com este comando ou use esse tutorial;

    sudo add-apt-repository ppa:nilarimogard/webupd8

    Passo 3. Atualize o gerenciador de pacotes com o comando:

    sudo apt-get update

    Passo 4. Agora use o comando abaixo para instalar o programa;

    sudo apt-get install streamlink

    Como instalar o Streamlink manualmente ou em outras distros

    Para aqueles que não conseguiram instalar com o procedimento acima, não querem adicionar o repositório ou querem tentar instalar em outra distribuição baseada em Debian, você pode pegar o arquivo DEB do programa nesse link e instalar ele manualmente (clicando duas vezes nele).

    Mas lembre-se! Ao optar por esse tipo de instalação, você não receberá nenhuma atualização do programa.

    Como usa o Streamlink

    Quando quiser iniciar o programa, digite (por exemplo) streamlink -p mpv https://www.twitch.tv/maldiva source em um terminal, para testar o stream.

    Por padrão, Streamlink usa VLC para reproduzir o fluxo, mas você pode especificar um player de vídeo diferente usando o argumento “–player” (ou apenas “-p”), por exemplo, “–player mpv” para usar mpv em vez disso.

    Para usar no Google Drive/docs, a primeira coisa que você precisa fazer é executar Streamlink com o link que você deseja transmitir, para ver os streams disponíveis:

    streamlink https://drive.google.com/open?id=0B0tRrdcY7CwJWGdVdHEyYWpfTTQ

    O resultado será algo como uma listar os formatos disponíveis:

    [cli][info] Found matching plugin googledrive for URL https://drive.google.com/open?id=0B0tRrdcY7CwJWGdVdHEyYWpfTTQ Available streams: 360p_alt, 480p_alt, 360p (worst), 480p, 720p, 1080p (best)/code>

    Em seguida, basta adicionar um dos streams disponíveis no final do comando e o Streamlink iniciará a transmissão em stream contínuo:

    streamlink https://drive.google.com/open?id=0B0tRrdcY7CwJWGdVdHEyYWpfTTQ 1080p

    Para mais detalhes sobre o uso do programa, consulte esse link.

    Desinstalando o Streamlink, Linux Mint e derivados e derivados

    Para desinstalar o Streamlink, Linux Mint e derivados, faça o seguinte:
    Passo 1. Abra um terminal;
    Passo 2. Desinstale o programa, usando os comandos abaixo;

    sudo add-apt-repository ppa:nilarimogard/webupd8 --remove
    sudo apt-get remove streamlink
    sudo apt-get autoremove

    Via WebUpd8

    O que está sendo falado no blog nos últimos dias


    Edivaldo

    Edivaldo Brito é analista de sistemas, gestor de TI, blogueiro e também um grande de fã de sistemas operacionais, banco de dados, software livre, redes, programação, dispositivos móveis e tudo mais que envolve tecnologia.

    Website: http://www.edivaldobrito.com.br/author/edivaldo/



    blog comments powered by Disqus