Instale a última versão do cliente alternativo Cutegram

Já mostrei como é fácil instalar o cliente oficial do Telegram no Linux via repositório e manualmente. Agora se você quer ter Telegram alternativo no Linux, instale o Cutegram.


Cutegram é um cliente open source para Telegram no Linux com interface gráfica Qt5, desenvolvido e baseado em QML, libqtelegram, libappindication e AsemanQtTools e equipado com muitos recursos úteis.

Telegram alternativo no Linux cutegramInstale a última versão do cliente alternativo Cutegram


Veja também


Para alegria dos usuários do popular serviço de mensagens instantâneas Telegram, ele é multiplataforma. Por causa disso, além do cliente oficial Telegram, existem outros projetos dedicados como o Sigram, o plugin para o Pidgin e também o novo Cutegram.



Além de uma interface gráfica moderna, que vai integrar no principal ambiente de desktop Linux, Cutegram inclui recursos importantes como Emoji do Twitter, a integração com as notificações do sistema (com a opção de desativá-las) e a capacidade de enviar facilmente arquivos de mídia como música, vídeos, documentos, etc., simplesmente arrastando-os para a mensagem a ser enviada.

Cutegram permite usar o cliente Telegram com várias contas, pesquisar mensagens recebidas e enviadas, possui um chat secreto para você que não quer salvar as mensagens no PC quando terminar uma conversa e enviar arquivos, simplesmente arrastando-os para a janela. Possui um modo off-line, que permite salvar as mensagens em um banco de dados para para poder acessá-lo mais tarde, mesmo sem uma conexão com a internet.

Mais que colocar Telegram no Linux, Cutegram também pode gerenciar contatos e grupos. Graças ao seu indicador que fica no painel, é possível manter o cliente ativo ao minimizá-lo, para que se possa obter mais espaço no ambiente de trabalho.

Conheça melhor o Cutegram

Para saber mais sobre esse programa, clique nesse link.

Use um Telegram alternativo no Linux instalando o Cutegram

Para ter um Telegram alternativo no Linux, faça o seguinte:
Passo 1. Abra um terminal;
Passo 2. Caso já tenha feito alguma instalação manual, apague a pasta, o link e o atalho anterior com esse comando;

sudo rm -Rf /opt/Aseman*
sudo rm -Rf /usr/share/applications/cutegram.desktop

Passo 3. Confira se o seu sistema é de 32 bits ou 64 bits, para isso, use o seguinte comando no terminal:

uname -m

Passo 4. Se você estiver usando um sistema de 32 bits, use o comando abaixo para baixar o programa. Se o link estiver desatualizado, acesse essa página, baixe a última versão e salve-o com o nome cutegram.run:

wget http://aseman.co/downloads/cutegram/2/cutegram-2.7.1-linux-installer.run -O cutegram.run

Passo 5. Se você estiver usando um sistema de 64 bits, use o comando abaixo para baixar o programa. Se o link estiver desatualizado, acesse essa página, baixe a última versão e salve-o com o nome cutegram.run:

wget http://aseman.co/downloads/cutegram/2/cutegram-2.7.1-linux-x64-installer.run -O cutegram.run

Passo 6. Torne o arquivo executável com o comando abaixo;

chmod +x cutegram.run

Passo 7. Inicie a instalação do Cutegram, com o seguinte comando;

sudo ./cutegram.run

Passo 8. Quando aparecer, siga os passos do instalador, conforme as imagens a seguir;
Instale a última versão do cliente alternativo Cutegram
Instale a última versão do cliente alternativo Cutegram
Instale a última versão do cliente alternativo Cutegram
Instale a última versão do cliente alternativo Cutegram
Instale a última versão do cliente alternativo Cutegram
Instale a última versão do cliente alternativo Cutegram
Passo 9. Renomeie a pasta criada;

sudo mv /opt/Aseman/cutegram*/ /opt/Aseman/cutegram

Passo 10. Se seu ambiente gráfico atual suportar, crie um lançador para o programa, executando o comando abaixo;

echo -e '[Desktop Entry]\n Version=1.0\n Name=cutegram\n Exec=/opt/Aseman/cutegram/cutegram/run\n Icon=/opt/Aseman/cutegram/cutegram/icons/icon.png\n Type=Application\n Categories=Application' | sudo tee /usr/share/applications/cutegram.desktop

Passo 11. Se precisar, para remover o programa no Linux, basta fazer o segundo deste procedimento.

Como instalar o Cutegram no Linux Ubuntu, Debian e derivados

Quem quiser instalar o Cutegram no Linux Ubuntu, Debian e outros sistemas que suportam arquivos .deb, deve fazer o seguinte:
Passo 1. Abra um terminal;
Passo 2. Confira se o seu sistema é de 32 bits ou 64 bits, para isso, use o seguinte comando no terminal:

uname -m

Passo 3. Se seu sistema é de 32 bits, use o comando abaixo para baixar o programa. Se o link estiver desatualizado, acesse essa página, baixe a última versão e salve-o com o nome cutegram.deb:

wget http://aseman.co/downloads/cutegram/2/cutegram_2.7.1-1-i386.deb -O cutegram.deb

Passo 4. Se seu sistema é de 64 bits, use o comando abaixo para baixar o programa. Se o link estiver desatualizado, acesse essa página, baixe a última versão e salve-o com o nome cutegram.deb:

wget http://aseman.co/downloads/cutegram/2/cutegram_2.7.1-1-amd64.deb -O cutegram.deb

Passo 5. Agora instale o programa com o comando:

sudo dpkg -i cutegram.deb

Passo 6. Caso seja necessário, instale as dependências do programa com o comando:

sudo apt-get install -f

Passo 7. Depois, se precisar desinstalar o programa, use esse comando:

sudo apt-get remove cutegram

Executando o Cutegram

Pronto! Agora, quando quiser iniciar o programa, digite cutegram em um terminal, seguido da tecla TAB.

Já se a sua distribuição suportar, coloque o atalho na sua área de trabalho usando o gerenciador de arquivos do sistema ou o comando abaixo, e use-o para iniciar o programa.

sudo chmod +x /usr/share/applications/cutegram.desktop
cp /usr/share/applications/cutegram.desktop  ~/Área\ de\ Trabalho/

Se seu sistema estiver em inglês, use este comando para copiar o atalho para sua área de trabalho:

cp /usr/share/applications/cutegram.desktop ~/Desktop

Para mais detalhes sobre essa tarefa, consulte esse tutorial:
Como adicionar atalhos de aplicativos na área de trabalho do Unity

Se quiser, você também pode usar o gerenciador de arquivos do sistema para executar o programa, apenas abrindo a pasta dele e clicando em seu executável.

Via lffl linux freedom

O que está sendo falado no blog nos últimos dias


Edivaldo

Edivaldo Brito é analista de sistemas, gestor de TI, blogueiro e também um grande de fã de sistemas operacionais, banco de dados, software livre, redes, programação, dispositivos móveis e tudo mais que envolve tecnologia.

Website: http://www.edivaldobrito.com.br



blog comments powered by Disqus