TRIM virá habilitado por padrão para SSDs no Ubuntu 14.04

Boa notícia para os donos de equipamentos com discos SSD, o TRIM virá padrão no Ubuntu 14.04 ().
ssd-drive
Para quem não conhece ainda, o comando TRIM permite que o sistema operacional possa a unidade de estado sólido (SSD), que os de dados não são mais considerados e ser limpos internamente. Sem isso, a velocidade de gravação em SSDs torna-se muito lenta ao longo do tempo.

Na UDS (Ubuntu Developer Summit) houve uma discussão sobre o método que seria usado para trimming: descarte on-line ou fstrim em conjunto com o cron. Com base em alguns benchmarks, os desenvolvedores optaram pelo fstrim porque, com descarte on-line há um impacto no desempenho, por exemplo, quando é feita a exclusão de um grande número de arquivos pequenos.

Então, a partir do Ubuntu 14.04, nativamente, os SSDs que suportam o TRIM serão tratados semanalmente com fstrim (com a ajuda do cron), desde que estes estejam usando um dos sistemas de arquivos suportados: ext3, ext4, XFS e Btrfs. De acordo com o projeto, o TRIM também será ativado por padrão para o Ubuntu Touch, em breve.

Se você não está usando o Ubuntu 14.04, no entanto, você deve ativar manualmente TRIM para o seu SSD, seguindo esse tutorial.


O que está sendo falado no blog hoje

No Post found.


Quer mais informações e dicas? Conheça também essas séries:



blog comments powered by Disqus