Do not speak Portuguese? Translate this site with Google or Bing Translator

TRIM virá habilitado por padrão para SSDs no Ubuntu 14.04

Boa notícia para os donos de equipamentos com discos SSD, o TRIM virá habilitado por padrão no Ubuntu 14.04 (Trusty Tahr).
ssd-drive
Para quem não conhece ainda, o comando TRIM permite que o sistema operacional possa informar a unidade de estado sólido (SSD), que os blocos de dados não são mais considerados em uso e podem ser limpos internamente. Sem isso, a velocidade de gravação em SSDs torna-se muito lenta ao longo do tempo.

Na UDS (Ubuntu Developer Summit) houve uma discussão sobre o método que seria usado para trimming: descarte on-line ou fstrim em conjunto com o cron. Com base em alguns benchmarks, os desenvolvedores optaram pelo fstrim porque, com descarte on-line há um impacto no desempenho, por exemplo, quando é feita a exclusão de um grande número de arquivos pequenos.

Então, a partir do Ubuntu 14.04, nativamente, os SSDs que suportam o TRIM serão tratados semanalmente com fstrim (com a ajuda do cron), desde que estes estejam usando um dos sistemas de arquivos suportados: ext3, ext4, XFS e Btrfs. De acordo com o projeto, o TRIM também será ativado por padrão para o Ubuntu Touch, em breve.

Se você não está usando o Ubuntu 14.04, no entanto, você deve ativar manualmente TRIM para o seu SSD, seguindo esse tutorial.


O que está sendo falado no blog hoje


Quer mais informações e dicas? Conheça também essas séries:

Compartilhe:
Sobre o Edivaldo Brito

Edivaldo Brito é analista de sistemas, gestor de TI, blogueiro e também um grande fã de sistemas operacionais, banco de dados, software livre, redes, programação, dispositivos móveis e tudo mais que envolve tecnologia.