Do not speak Portuguese? Translate this site with Google or Bing Translator

13% dos novos usuários tem problemas de compatibilidade de hardware

Segundo site Linux-Hardware.org, devido ao uso de kernels obsoletos, cerca de 13% dos novos usuários tem problemas de compatibilidade de hardware.

Sem dúvida, um dos grandes problemas no Linux – relacionamento com novos usuários é a questão da compatibilidade de hardware e mesmo que mais suporte seja adicionado a cada nova versão do Linux (a cada dois meses), o problema continua a ser um fator para muitos usuários acabarem afastando-se do Linux.

E é que estritamente falando do kernel, ou seja, a parte que gerencia os recursos do computador e serve de ponte de comunicação entre os diferentes componentes e é a parte invisível do sistema operacional, a versão mais recente não está incluída na maioria das distribuições Linux.

Além disso, muitos deles são baseados na inclusão de versões LTS ou focados em equipes de poucos recursos, portanto, incluir a versão mais recente do Linux não é uma opção viável.

A razão para tocar neste tópico é que Linux-Hardware.org lançou recentemente informações com base em dados de telemetria coletados ao longo de um ano, que o uso de kernels “desatualizados” ou “versões mais antigas” cria problemas de compatibilidade com hardware para novos 13% de Novos usuários.

13% dos novos usuários tem problemas de compatibilidade de hardware

13% dos novos usuários tem problemas de compatibilidade de hardware
13% dos novos usuários tem problemas de compatibilidade de hardware

Um exemplo bastante claro da situação é o da maioria dos usuários do Ubuntu, nos quais durante o ano passado foi oferecida a versão 5.4 do kernel. Isso é mais de um ano e meio atrás da versão atual 5.13 em termos de suporte de hardware.

Por outro lado, as distribuições que são Rolling-Release (lançamento contínuo) oferecem não apenas kernels mais novos, mas todos os pacotes do sistema são constantemente atualizados, mas o único e grande problema que eles sofrem é sua baixa popularidade em comparação com outras distribuições.

O próprio Linus admite que é por isso que o sistema operacional está lutando para se estabelecer na indústria de computadores desktop.

E ainda poderíamos justificar que o referido número fornecido pelo Linux-Hardware.org não é exato ou que os números apresentados não representam todos os usuários Linux, já que em grande parte os resultados apresentados são baseados em compilações do próprio Linux-Hardware. Org tomadas por todos aqueles que usaram a ferramenta “hwinfo”.

Ou seja, nem todo usuário de Linux possui a ferramenta instalada e os resultados são baseados em um pequeno grupo de usuários, mas mesmo assim os números apresentados são bastante decepcionantes.

Já que, por exemplo, na área de dispositivos BT (bluetooth) os números mostrados nos diriam que nesta área o Linux cobre mais de 95% (a mais alta de todas as áreas), mas das outras áreas os números mostrados são simplesmente catastróficos.

Sobre o assunto, muitos usuários já expressaram suas experiências sobre problemas de compatibilidade com Linux e até mesmo que muitos usuários concordaram que o uso de versões anteriores às mais recentes do Linux lhes causou problemas com algum componente de hardware, que se chama Atenção (pelo menos pessoalmente) é que existem usuários que afirmam o contrário.

Ou seja, ao usar a versão mais recente, eles apresentam problemas com algum componente de hardware, o que não deveria acontecer, a menos que seu equipamento possua componentes de mais de 20 anos atrás, a situação seria razoável.

Por fim, devo mencionar que esta situação será o pão com manteiga, desde que os fabricantes dos componentes de hardware não sejam os que fornecem o suporte para Linux e este é um caso bastante difícil de acontecer.

Se você quiser saber mais sobre ele, convido você a ver ou participar da discussão criada nos fóruns do reddit ou você pode consultar as informações divulgadas pelo Linux-Hardware.org.

Compartilhe:
Sobre o Edivaldo Brito

Edivaldo Brito é analista de sistemas, gestor de TI, blogueiro e também um grande fã de sistemas operacionais, banco de dados, software livre, redes, programação, dispositivos móveis e tudo mais que envolve tecnologia.

Deixe um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.