Do not speak Portuguese? Translate this site with Google or Bing Translator

Aplicativos Snap mais populares de 2020 por distribuição? Confira a lista!

E a Canonical publicou a sua tabela dos aplicativos Snap mais populares de 2020 por distribuição. Confira e compare com o ano anterior,

Não é nenhum segredo que o Linux, ao contrário do Windows e do macOS, não é unificado, o que resulta em distribuições que cobrem uma ampla variedade de perfis de usuário, desde relativamente avançados como o Arch Linux até aqueles com conhecimentos mais básicos de computação que geralmente usa Ubuntu ou Linux Mint.

E nessa batalha pela preferência dos usuários, a Canonical, empresa por trás do Ubuntu está determinada a conquistar o desktop Linux com o formato de pacote Snap, que inicialmente estendeu em seu sistema móvel e IoT, entrando em competição direta com o Flatpak.

Agora, por mais um ano, a Canonical publicou sua tabela dos aplicativos Snap mais populares por distribuição.

Aplicativos Snap mais populares de 2020 por distribuição? Confira a lista!

Aplicativos Snap mais populares de 2020 por distribuição? Confira a lista!
Aplicativos Snap mais populares de 2020 por distribuição? Confira a lista!

O interessante dessa tabela publicada pela Canonical, pois serve para mostrar as prioridades que os usuários das diferentes distribuições têm.

Da parte da Canonical, eles comentaram que queriam ver:

“se a situação mudou um ano depois e como. Alguns Snaps ganharam popularidade? Outros diminuíram? Existem novas diferenças ou talvez semelhanças entre as distribuições? Para tanto, compilamos uma nova tabela, com os primeiros cinco instantâneos para cada um desses sistemas.”

Confira abaixo a tabela:

Arch Linux CentOS Debian Fedora Manjaro Ubuntu
spotify certbot certbot spotify spotify vlc
skype microk8s snap-store discord code code
discord lxd spotify postman skype spotify
code wekan postman anbox zoom-client canonical-livepatch
anbox helm code code discord gimp

Para lembrar quais foram os resultados do ano passado, resgatamos a tabela publicada em 2019:

Arch Linux CentOS Debian Fedora Manjaro Ubuntu
spotify wekan spotify spotify spotify vlc
code lxd lxd vlc code spotify
skype microk8s firefox code slack skype
discord spotify nextcloud postman discord chromium
slack helm pycharm-community slack skype canonical-livepatch

Como podemos ver, parece que o Spotify é mais uma vez o aplicativo que se destaca dos demais, pois aparece em cinco das seis distribuições para as quais a Canonical publicou dados.

Isso pode ser devido a dois fatores:

  1. Em primeiro lugar, é o serviço mais conhecido e usado na indústria musical via streaming.
  2. Em segundo lugar, é uma versão oficial do aplicativo, enquanto o Flatpak é mantido por terceiros.

O fato de ele não aparecer entre os mais populares do CentOS é possivelmente porque essa distribuição não é muito popular como sistema de desktop, embora no ano passado o Spotify tenha sido visto por aí.

Outro aplicativo que continua forte é o Visual Studio Code, o conhecido editor de código da Microsoft.

A versão Snap deste aplicativo também é oficial e está em segundo lugar no Ubuntu e Manjaro, quarto no Arch Linux e quinto no Debian e Fedora.

Para ser honesto, é surpreendente ver que uma aplicação cujas versões Deb e RPM são bem mantidas esteja tão alta no formato Snap, especialmente considerando que é um produto voltado para usuários com conhecimento de programação.

A presença do Skype no Manjaro e Arch Linux pode ser devido à falta de suporte deste aplicativo popular para esses sistemas, enquanto que o Postman no Debian e Fedora seria devido ao fato de que um arquivo é disponibilizado no site oficial no formato ‘tar.gz’.

Por fim, pode-se notar que o VLC aparece apenas uma vez e ocupando o primeiro lugar no Ubuntu, o que pode ser devido a usuários novatos que procuram o conhecido reprodutor multimídia através da loja que a Canonical pré-instala em sua distribuição.

Em níveis gerais, as seis distribuições mostraram relativa estabilidade, já que muitos aplicativos têm presença repetida nos mesmos sistemas. No entanto, no Debian houve muito movimento, porque de um ano para o outro apenas o Spotify permaneceu na mesma posição.

Compartilhe:
Sobre o Marcelo Souza

Entusiasta de software livre, especialista em aplicativos de edição de vídeos e editoração eletrônica, responsável pelo projeto LivreLabs e colaborador no Blog do Edivaldo.