Do not speak Portuguese? Translate this site with Google or Bing Translator

Apple disse que o iMessage no Android não seria bom para a empresa

Em meio a um processo de acusação de monopólio movido pela Épic, a Apple disse que o iMessage no Android não seria bom para a empresa.

Segundo o site Gizchina, a batalha judicial entre a Apple e a Epic Games está prestes a começar em maio.

A Epic afirmou que a política de comissão e o modelo de monopólio da Apple forçaram os consumidores a arcar com altos custos de substituição, bloqueando assim os usuários.

A eempresa também processou a Apple afirmando que o fato dela não levar o aplicativo iMessage para a plataforma Android torna a empresa suspeita de ser um monopólio.

Apple disse que o iMessage no Android não seria bom para a empresa

Apple disse que o iMessage no Android não seria bom para a empresa
Apple disse que o iMessage no Android não seria bom para a empresa

Segundo relatos, o diretor da Apple, Eddy Cue, explica que a Apple pode abrir a versão Android do iMessage para melhorar a compatibilidade. No entanto, não há necessidade disso porque as desvantagens superam as vantagens.

Em um documento judicial, dois funcionários da Apple também explicaram os motivos para não trazer este serviço para o Android. Nele, a Apple afirmou que já em 2013, havia decidido não desenvolver uma versão Android do iMessage.

O vice-presidente sênior de engenharia de software da Apple afirmou anteriormente que “o iMessage na plataforma Android só ajudará os pais a usar iPhones e famílias onde as crianças usam telefones Android, mas este grupo de usuários não representa a maioria.”

Já em 2016, um ex-funcionário da Apple comentou que “o maior obstáculo para deixar o ecossistema da Apple é o iMessage, que manterá os usuários firmemente presos no ecossistema da Apple”.

No entanto, Phil Schiller, da Apple, disse que trazer o iMessage para o Android prejudicará mais a Apple do que ajudará a Apple. Há um e-mail detalhando os motivos.

A Epic Games também processou a Apple por seu monopólio no mercado de software móvel. A empresa de jogos afirma que a Apple está abusando dos direitos dos usuários e da empresa.

Os desenvolvedores precisam usar a Apple App Store para publicar jogos e pagar taxas de transação. A Apple rejeitou as alegações acima da Epic Games em um documento judicial porque plataformas como Nintendo e Microsoft Xbox têm políticas semelhantes.

O processo será ouvido no Tribunal Distrital de Oakland da Califórnia em maio deste ano.

Cook, o vice-presidente sênior da Apple Software, Craig Federighi, e o ex-diretor de marketing, Phil Schiller, testemunharão pessoalmente no tribunal. Outros executivos da Apple a testemunhar estão na lista abaixo

Testemunhas da Apple e da Épic para este caso

A lista de testemunhas da Apple também inclui:

Vice-presidente da App Store‌, Matt Fischer
Chefe de Algoritmos de Engenharia de Fraude e Risco, Eric Friedman
Diretor de Comércio e Pagamentos, Eric Gray
Gerente de desenvolvimento de jogos, Mark Grimm
Outros funcionários em marketing, relações com o desenvolvedor, bem como outros campos

Já as testemunhas da Epic Games incluem:
CEO da Epic Games‌, Tim Sweeney
Funcionários da Epic Games

Outras testemunhas terceirizadas incluem:
Facebook
Microsoft
Nvidia
mais o chefe do iTunes, Eddy Cue
Ex-chefe de software iOS, Scott Forstall

Compartilhe:
Sobre o Edivaldo Brito

Edivaldo Brito é analista de sistemas, gestor de TI, blogueiro e também um grande fã de sistemas operacionais, banco de dados, software livre, redes, programação, dispositivos móveis e tudo mais que envolve tecnologia.

Deixe um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.