Do not speak Portuguese? Translate this site with Google or Bing Translator

ARM apresentou arquitetura v9 com foco em segurança, IA e desempenho de última geração

E a ARM apresentou a arquitetura v9 com foco em segurança, IA e desempenho de última geração. Confira os detalhes dessa apresentação.

A maioria dos smartphones do mundo é alimentada por processadores baseados em designs da ARM, assim como um número crescente de outros dispositivos, incluindo servidores, computadores pessoais, IoT e dispositivos domésticos inteligentes e sistemas automotivos.

Enquanto a ARM lança novos designs de chips regularmente, a maioria dos processadores modernos baseados em ARM são baseados na arquitetura ARMv8, que foi introduzida pela primeira vez há uma década.

Agora a ARM está apresentando seu sucessor. A empresa diz que a nova arquitetura ARMv9 habilitará chips de próxima geração com melhor segurança, recursos aprimorados de inteligência artificial e melhorias no desempenho da CPU.

ARM apresentou arquitetura v9 com foco em segurança, IA e desempenho de última geração

ARM apresentou arquitetura v9 com foco em segurança, IA e desempenho de última geração
ARM apresentou arquitetura v9 com foco em segurança, IA e desempenho de última geração

A ARM diz que espera que o desempenho da CPU aumente em 30 por cento ou mais nas próximas duas gerações de designs de chips móveis.

Mas os ganhos totais de desempenho podem realmente ser maiores se os fabricantes de chips adotarem designs de vários núcleos e usarem núcleos especializados para gráficos, IA e outras funções.

Por falar em IA, a ARM diz que se associou à Fujitsu para desenvolver o conjunto de instruções SVE2 para trazer maior poder de processamento para realidade virtual, realidade aumentada, sistemas 5G e tarefas de aprendizado de máquina.

Para segurança, a ARM diz que está introduzindo a ARM Confidential Compute Architecture (CCA) para fornecer um ambiente seguro baseado em hardware que permite que os aplicativos residam em uma área protegida de memória onde estão isolados de todo o resto.

Entre outras coisas, isso significa que você pode fazer transações bancárias seguras sem se preocupar que outros aplicativos em seu telefone possam acessar suas informações financeiras. ARM diz que os dados não podem ser acessados ​​por software com privilégios escalados.

ARM diz que a nova arquitetura é compatível com as versões anteriores do ARMv8, com base no conjunto de instruções AArch64.

Mas a empresa diz que as novas extensões de segurança e IA devem ajudar a empresa a projetar chips que atendam às necessidades da próxima década com o objetivo de entregar “os próximos 300 bilhões de chips baseados em ARM”.

Lembre-se de que a ARM projeta chips, mas a empresa não os fabrica. Os designs são licenciados e às vezes adaptados por empresas como Qualcomm, Samsung, MediaTek, NXP e Apple.

Dito isso, provavelmente começaremos a ver novos chips dessas empresas e de outras baseadas na arquitetura ARMv9 no início do próximo ano.

A ARM também sugeriu algumas outras novas tecnologias nas quais está trabalhando, incluindo designs de processador gráfico de Mali de última geração com suporte para recursos como sombreamento de taxa variável e rastreamento de raios – algo que até agora só estava disponível para consumidores com a compra de desktops de última geração ou GPUs de laptop da NVIDIA ou AMD.

Infelizmente, ainda não está claro quando teremos as novas GPUs da ARM.
ARM apresentou arquitetura v9 com foco em segurança, IA e desempenho de última geração

Sobre o Edivaldo Brito

Edivaldo Brito é analista de sistemas, gestor de TI, blogueiro e também um grande fã de sistemas operacionais, banco de dados, software livre, redes, programação, dispositivos móveis e tudo mais que envolve tecnologia.