Do not speak Portuguese? Translate this site with Google or Bing Translator

AV Linux também irá abandonar o suporte a computadores de 32bits

O projeto AV Linux também irá abandonar o suporte a computadores de 32bits, de acodo com informações do site Ubunlog. Confira os detalhes dessa mudança.

O AV Linux é uma distribuição versátil baseada no Debian, com uma grande coleção de softwares de produção de áudio e vídeo.

AV Linux também irá abandonar o suporte a computadores de 32bits
AV Linux também irá abandonar o suporte a computadores de 32bits

Além disso, também inclui um kernel personalizado com threading IRQ habilitado para desempenho de áudio de baixa latência.

AV Linux também irá abandonar o suporte a computadores de 32bits

Como as coisas mudam. Não faz muito tempo, o AV Linux existia apenas nas versões de 32 bits. Agora, uma história completamente oposta: o AV Linux deixará de oferecer suporte para computadores de 32 bits.

Essa mudança, entretanto, é surpreendente. Isso se considerarmos o tipo de sistema operacional do qual estamos falando: esse sistema tem como foco os criadores de conteúdo, ou seja, pessoas que editam, acima de tudo, vídeo ou áudio.

Neste momento, este sistema operacional é baseado no Debian 9. Estamos falando do AV Linux 2019.4.10, já disponível, e parece que será a versão mais recente que a equipe lançará com suporte a 32 bits.

Para tranquilizar os usuários que ainda usam um computador de 32 bits, eles dizem que continuarão a suportar versões anteriores. O V2019.4.10 é uma atualização do v2018.6.25 e inclui algumas atualizações e novos recursos.

AV Linux 2019.4.10 lançado – Confira as novidades e baixe

A próxima versão do AV Linux será baseada no Debian 10

A próxima versão será baseada no Debian 10 Buster (atualmente em desenvolvimento). O atual inclui notícias e aplicativos atualizados como:

  • Mixbus Demo 5.2.191;
  • LSP Plugins 1.1.9;
  • LinVST 2.4.3;
  • Dragonfly Reverb Plugins 1.1.2;
  • KPP-Plugins 1.0+GIT;
  • AviDemux 2.7.3;
  • Novo tema Numix Circle;
  • Correção dos scripts responsáveis ​​pela eliminação do pacote VBox Guest Additions para manter o arquivo /etc/rc.local como executável e ativar a montagem automática de unidades externas;
  • Correção da perda de “linvstconverttre” no LinVST;
  • Algumas regras obsoletas do udev e a build redundante ArdourVST foram removidas.

Esta versão também prepara os usuários para o novo Cinelerra-GG ao atualizar os repositórios. Os repositórios dos repositórios WineHQ e Spotify também foram atualizados junto com outros repositórios de terceiros, como os do aplicativo KXStudio.

Se você estiver interessado em instalar o AV Linux no seu computador, você deve baixar suas imagens de seu site oficial.

Se você fizer isso, eu tenho uma pergunta para você: você acha que o AV Linux é melhor que o Ubuntu Studio? Deixe sua opinião nos comentários.

O que está sendo falado no blog

Veja mais artigos publicados neste dia…

Compartilhe:
Sobre o Edivaldo Brito

Edivaldo Brito é analista de sistemas, gestor de TI, blogueiro e também um grande fã de sistemas operacionais, banco de dados, software livre, redes, programação, dispositivos móveis e tudo mais que envolve tecnologia.

Deixe um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.