Do not speak Portuguese? Translate this site with Google or Bing Translator

BleachBit 4 lançado com suporte para Python 3 e mais

E foi lançado o BleachBit 4 com suporte para Python 3, limpador para o Discord e mais. Confira as novidades e veja como instalar no Linux!

O BleachBit é uma ferramenta gratuita e de código aberto para limpar seu computador e liberar espaço em disco, com alguns recursos de privacidade.

BleachBit 4 lançado com suporte para Python 3 e mais
BleachBit 4 lançado com suporte para Python 3 e mais

Enfim, o BleachBit é um limpador de sistema gratuito e de código aberto, com opções extras de privacidade para destruir arquivos e limpar o espaço livre em disco.

Esse aplicativo, que roda em Windows e Linux, pode remover o cache da web, cookies, histórico de URL, arquivos temporários e arquivos de log de navegadores da web como Firefox, Google Chrome/Chromium, Opera, Safari, etc., e remover o cache e os arquivos temporários de muitos aplicativos comumente usados.

A ferramenta também pode ser usada para remover arquivos de localização (idioma) não utilizados, a fim de liberar espaço em disco.

A ferramenta também pode ser usada para destruir arquivos para impedir a recuperação de dados e limpar o espaço livre em disco para ocultar arquivos excluídos anteriormente.

O BleachBit vem com uma interface GTK simples com caixas de seleção que permitem selecionar o que você deseja excluir, mas também é fornecido com uma interface de linha de comando, que é útil para automação.

Com a versão 2.3, ele também inclui um recurso chamado chaff (escolha Make Chaff no APpMenu) que permite ao BleachBit criar arquivos para confundir a análise forense digital, tornando o aplicativo ainda melhor na proteção de dados privados.

Para sua interface de usuário, o BleachBit usa GTK + 3, para o qual retornou em outubro de 2019, com barras de cabeçalho, e suporta temas escuros e claros.

Agora, o BleachBit foi atualizado para a versão 4 recentemente, recebendo algumas mudanças importantes.

Novidades do BleachBit 4

Para a versão mais recente do BleachBit 4.0.0, o aplicativo foi atualizado para ser executado no Python 3 em vez do Python 2, fazendo com que funcione em distribuições modernas do Linux nas quais o Python 2 não está mais disponível, devido ao seu término em 1º de janeiro, 2020.

A nova versão também adiciona um novo limpador para o Discord e melhora os limpadores do Google Chrome (agora também limpa o IndexDB), Firefox (cookies e histórico limpos), Opera e gPodder, e traz pacotes para o Fedora e o openSUSE Tumbleweed, entre outros.

Existem algumas melhorias específicas do Linux nesta versão também.

O aplicativo agora pode limpar o cache do pacote dnf (dnf autoremove), a limpeza do cache do apt (apt autoremove) agora informa quanto espaço foi limpo e agora existem pacotes BleachBit disponíveis para download para o Fedora e o openSUSE Tumbleweed.

Também existem algumas correções, para limpar o VLC em distribuições Linux mais antigas, e uma correção para notificações pop-up quando a limpeza for concluída.

Além dessas mudanças, o BleachBit 4 também inclui:

  • Melhorada a capacidade de resposta da janela do aplicativo durante a limpeza;
  • Corrigido o botão de cópia na janela de diagnóstico;
  • Corrigida a janela do aplicativo que não aparece ou desaparece;
  • Corrigida a limpeza VLC;
  • Corrigida a limpeza de pastas personalizadas quando a substituição aberta estava ativada;
  • Windows 10: Adicione temas claros e escuros opcionais; Adicione nomes de limpador para o Microsoft Edge no Winapp2.ini; Correção: os arquivos foram deixados após a limpeza de uma unidade

Para saber mais sobre essa versão do BleachBit, acesse a nota de lançamento.

Como instalar ou atualizar o BleachBit 4

O BleachBit 4 pode ser baixado em https://download.bleachbit.org/beta/2.3/ (você encontrará o código-fonte ou binários para distribuições Linux baseadas em DEB e RPM, incluindo Debian, Ubuntu/Linux Mint, openSUSE, Fedora, CentOS e assim por diante, bem como binários do Windows).

Se desejar, você pode baixar o BleachBit estável, visitando a página de downloads do BleachBit. Você também pode encontrar o BleachBit nos repositórios oficiais da sua distribuição Linux.

E para instalar a versão mais recente do BleachBit nas principais distribuições Linux, use esse tutorial:
Como instalar o eliminador de arquivos e informações BleachBit no Linux

Atenção!!

É importante observar que você deve ter cuidado ao usar o BleachBit, especialmente ao executá-lo como root, a menos que saiba exatamente o que está fazendo/quais são as opções selecionadas!

Eu li alguns comentários no passado de que o BleachBit quebrou o sistema para alguns usuários, mas pessoalmente nunca tive problemas como esse. De qualquer forma, cuidado!

O que está sendo falado no blog

No Post found.

Categorias Arch, bodhi, CentOS, Debian, Deepin, Elementary, Fedora, Gentoo, Kali, Kylin, Linux, Linux Mint, Mageia, Manjaro, Notícias, Open Source, openSUSE, Pop!_OS, RedHat, Sabayon, Scientific, Software livre, Solus, SUSE, Tecnologia, Trisquel, Tutorial, Ubuntu, Zorin Tags , , ,
Compartilhe:
Sobre o Edivaldo Brito

Edivaldo Brito é analista de sistemas, gestor de TI, blogueiro e também um grande fã de sistemas operacionais, banco de dados, software livre, redes, programação, dispositivos móveis e tudo mais que envolve tecnologia.

Deixe um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.