Do not speak Portuguese? Translate this site with Google or Bing Translator

BpyTOP 1.0.55 lançado com algumas melhorias e correções

E foi lançado o utilitário BpyTOP 1.0.55 com algumas melhorias e correções. Confira as novidades e veja como instalar no Linux.

BpyTOP é um monitor de recursos de console de código aberto e gratuito que mostra o uso e as estatísticas do processador, memória, discos, rede e processos. Este é um porte Python do Bashtop, uma ferramenta semelhante escrita totalmente em Bash. Ele roda em Linux, macOS e FreeBSD.

Ele é um monitor de recursos que mostra o uso e as estatísticas do processador, memória, discos, rede e processos. Como o nome sugere e foi dito antes, ele é escrito em Python.

Atualmente, ter a capacidade de monitorar o uso dos recursos do sistema é algo importante para muitos usuários. Saber o uso dos recursos é muito útil na hora de tomar decisões sobre a manutenção geral do sistema.

Existem algumas opções, como top e htop, mas mostram apenas algumas métricas do sistema, como uso de CPU e memória.

Já o Bpytop é um monitor de recursos baseado em terminal que funciona de forma eficiente e muito visual.

O autor desta ferramenta é o mesmo que desenvolveu o Bashtop. Eles não têm muitas diferenças entre si. Ambos os utilitários têm a mesma finalidade e têm o mesmo conjunto de recursos.

A única diferença é que ambos são escritos em linguagens de programação diferentes. Bashtop é escrito em Bash e Bpytop é escrito em Python. Ambos os programas são compatíveis com Linux, Mac OS e FreeBSD.

O desenvolvedor afirma que o Bpytop é mais rápido que o Bashtop. Por esta razão, sugere que os usuários usem o Bpytop em vez do Bashtop. No entanto, isso é com o usuário.

Agora, foi lançado o BpyTOP 1.0.55.. 57, com algumas melhorias e correções.

Novidades do BpyTOP 1.0.55

BpyTOP 1.0.55 lançado com algumas melhorias e correções
BpyTOP 1.0.55 lançado com algumas melhorias e correções

Três novas versões do BpyTOP foram lançadas nos últimos 5 dias, com as mudanças mais notáveis sendo:

  • Todas as caixas agora podem ser alternadas com as teclas 1-4, iniciar o argumento -b / – caixas e a variável de configuração mostrada_boxes
  • Adicionado: multiplicador de atualização de processo (apenas atualizar processos a cada X vezes) para reduzir o uso de CPU (definido como 2 por padrão)
  • Adicionado: a lista de interface de rede agora é atualizada automaticamente
  • O tema padrão agora tem um fundo preto
  • Alterado: patch para carregamento mais rápido do arquivo de configuração
  • Adicionado sistema de arquivos nullfs para exclusão automática da lista de discos
  • A versão mínima do python foi aumentada para 3.7 devido a problemas de Unicode no 3.6
  • Correções de bugs

Para saber mais sobre essa versão do BpyTOP, acesse a nota de lançamento.

Como instalar ou atualizar o BpyTOP

Para instalar a versão mais recente do BpyTOP nas principais distribuições Linux, use esse tutorial:
Como instalar o monitor de recursos Bpytop no Linux via Snap

Compartilhe:
Sobre o Edivaldo Brito

Edivaldo Brito é analista de sistemas, gestor de TI, blogueiro e também um grande fã de sistemas operacionais, banco de dados, software livre, redes, programação, dispositivos móveis e tudo mais que envolve tecnologia.