Do not speak Portuguese? Translate this site with Google or Bing Translator

Cada lote de 60 satélites Starlink possui mais de 4 mil computadores Linux

Matt Monson revelou que cada lote de 60 satélites Starlink possui mais de 4 mil computadores Linux. Confira os detalhes dessa gigantesca façanha.

Em 30 de maio, o SpaceX de Elon Musk transportou sua primeira espaçonave Dragon tripulada com dois astronautas da NASA para o espaço através do foguete Falcon 9.

Mais tarde, em 3 de junho, a SpaceX lançou um lote de 60 satélites da Internet Starlink em órbita.

Seguindo o mesmo, a SpaceX usava um sistema Linux de código aberto para alimentar a sonda Dragon e o foguete Falcon 9.

Agora, durante a sessão Ask Me Anything (AMA) em andamento com a equipe de software SpaceX no Reddit, Matt Monson revelou que cada lote de 60 satélites Starlink carrega mais de 4 mil computadores Linux.

Cada lote de 60 satélites Starlink possui mais de 4 mil computadores Linux

Cada lote de 60 satélites Starlink possui mais de 4 mil computadores Linux
Cada lote de 60 satélites Starlink possui mais de 4 mil computadores Linux

Matt, que lidera o software Starlink na SpaceX, acrescentou ainda que a constelação Starlink tem atualmente mais de 30.000 nós Linux (e mais de 6.000 microcontroladores) no espaço.

Outro membro da equipe, Josh Sulkin, que lidera o design de software da Crew Dragon, explicou que todos os computadores de bordo executam Linux com o patch PREEMPT_RT aplicado, a fim de obter melhor desempenho em tempo real.

Josh foi mais longe ao esclarecer que a SpaceX não usa nenhuma distribuição Linux de terceiros. Em vez disso, eles mantêm sua própria cópia do kernel e ferramentas associadas.

Eles também têm telemetria que indica o desempenho de todos os processos para garantir seus prazos em todas as fases do voo.

Ao responder sobre os bugs mais estranhos do software Dragon, John Dietrick, que lidera o esforço de desenvolvimento de software do Demo-2, mencionou que o software de controle do Dragon é de thread único para evitar o não determinismo e lidar com os problemas de sincronização.

A equipe de desenvolvedores da SpaceX fez um grande esforço para personalizar e transformar o Linux em uma plataforma confiável para controle em tempo real, com um grau de determinismo muito maior que o sistema operacional de desktop.

E é isso: Com essa iniciativa da SpaceX, o Linux está indo aonde nenhum outro sistema operacional jamais esteve!

O que está sendo falado no blog

Veja mais artigos publicados neste dia…

Compartilhe:
Sobre o Edivaldo Brito

Edivaldo Brito é analista de sistemas, gestor de TI, blogueiro e também um grande fã de sistemas operacionais, banco de dados, software livre, redes, programação, dispositivos móveis e tudo mais que envolve tecnologia.

Deixe um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.