Do not speak Portuguese? Translate this site with Google or Bing Translator

CentOS Linux 8.3 lançado com base no Red Hat Enterprise Linux 8.3

E foi lançado o CentOS Linux 8.3 com base no Red Hat Enterprise Linux 8.3. Confira as novidades e descubra onde baixar essa distro.

O CentOS como um grupo é uma comunidade de colaboradores e usuários de código aberto. Usuários típicos do CentOS são organizações e indivíduos que não precisam de forte suporte comercial para obter uma operação bem-sucedida.

O CentOS é uma reconstrução 100% compatível do Red Hat Enterprise Linux (RHEL), em total conformidade com os requisitos de redistribuição da Red Hat.

O CentOS é para pessoas que precisam de estabilidade do sistema operacional de classe empresarial sem o custo de certificação e suporte.

Agora, a comunidade CentOS anunciou a disponibilidade geral do sistema operacional CentOS Linux 8.3.

Novidades do CentOS Linux 8.3

CentOS Linux 8.3 lançado com base no Red Hat Enterprise Linux 8.3
CentOS Linux 8.3 lançado com base no Red Hat Enterprise Linux 8.3

CentOS Linux 8.3 é derivado do código-fonte do Red Hat Enterprise Linux 8.3, o que significa que ele herda a maioria de suas melhorias, novos recursos, correções de bugs e atualizações de segurança.

Entre eles, há uma nova camada de configurações de segurança, consistência e repetibilidade aprimoradas ao configurar a criptografia de disco e registro, bem como configuração aprimorada de redes corporativas e renovação de certificados de segurança.

Além disso, o CentOS Linux 8.3 torna mais fácil migrar do CentOS Linux para o CentOS Stream implementando algumas mudanças no arquivo repo Yum e no repoid, como alterar o nome de alguns arquivos repo Yum para /etc/yum.repos.d e atualizando os repoids para combiná-los.

Portanto, os desenvolvedores do CentOS recomendam que você compare todas as alterações feitas em seus arquivos locais em /etc, incluindo os arquivos .repo, com os arquivos .rpmnew que estão sendo gerados antes de tentar atualizar sua instalação para CentOS Linux 8.3.

Além disso, você deve atualizar todos os scripts que possui com repoids de ponto para usar os sinalizadores --enablerepo= ou --disablerepo=.

Para saber mais sobre essa versão da distribuição, acesse a nota de lançamento.

Baixe e experimente o CentOS Linux 8.3

Os desenvolvedores do CentOS recomendam fortemente a todos os usuários do CentOS 8 que instalem todas as atualizações disponíveis em suas máquinas existentes, executando o comando sudo dnf update em um emulador de terminal ou console virtual, se quiserem usar a versão mais recente do CentOS Linux 8.3 (2004).

CentOS Linux 8.3 está disponível para download agora mesmo no site oficial das arquiteturas de 64 bits (x86_64), ARM64 (AArch64) e PowerPC (ppc64le).

No entanto, essas novas imagens de instalação estão aqui apenas para novas implantações, então você não terá que baixar centenas de atualizações dos repositórios após a instalação.

Se você estiver usando o CentOS Linux 8.2 ou uma versão anterior, tudo o que você precisa fazer é manter suas instalações atualizadas o tempo todo e você estará executando a versão mais recente.

Além disso, CentOS Linux 8.3 está disponível para download como imagens Vagrant e Generic Cloud aqui para ambientes virtuais e em nuvem, bem como Amazon Machine Images (AMI) para Amazon Web Services (AWS) aqui.

A imagem ISO do CentOS Linux 8.3 já pode ser baixada acessando a página de download da distribuição.

Verifique se a imagem ISO está corrompida

Antes de gravar a imagem ISO que você baixou, verifique se ela está corrompida usando o tutorial abaixo:
Como verificar se uma imagem ISO está corrompida

Como gravar uma imagem ISO no Linux

Quem precisar gravar a imagem ISO após o download, pode usar esse tutorial do blog:

Como gravar uma imagem ISO Usando o Nautilus
Como gravar uma imagem ISO usando o Terminal
Como criar um pendrive de instalação
Como criar um pendrive inicializável com GNOME Disks
Como criar um pendrive inicializável com o Etcher no Linux

Compartilhe:
Sobre o Edivaldo Brito

Edivaldo Brito é analista de sistemas, gestor de TI, blogueiro e também um grande fã de sistemas operacionais, banco de dados, software livre, redes, programação, dispositivos móveis e tudo mais que envolve tecnologia.