Finalmente o Chrome OS permitirá instalar pacotes deb do Debian e derivados

Confira os detalhes da confirmação de que o Chrome OS permitirá instalar pacotes deb!

Boa noticia para os usuários de Chromebooks, finalmente o Chrome OS permitirá instalar pacotes deb do Debian e derivados. Confira os detalhes dessa novidade.


No início deste ano começaram a surgir informações de que o Google estava trabalhando para permitir a execução de aplicações Linux no Chrome OS.
Finalmente o Chrome OS permitirá instalar pacotes deb do Debian e derivados
Finalmente o Chrome OS permitirá instalar pacotes deb do Debian e derivados

Depois disso, não houve quase nenhum detalhamento sobre como seria feito essa mudança ou como seria esse suporte.

Finalmente o Chrome OS permitirá instalar pacotes deb do Debian e derivados

De fato, a última novidade é que isso já pode ser feito, conforme foi publicado no Chrome Unboxed no final de junho, quando o XDA Developers revelou a novidade.

No momento, sim, o recurso só é acessível os canais de desenvolvimento do Chrome OS forem usados e, atenção, você tem que executar alguns comandos no terminal (sudo apt update e sudo apt upgrade) para ativá-lo.

Espera-se que o processo seja melhorado em versões futuras do sistema ou que já venha ativado por padrão, já que a intenção final é facilitar a instalação de pacotes .deb como qualquer distribuição Linux baseada no Debian.

No Chrome Unboxed, eles testaram o recurso sem grandes contratempos, instalando o Visual Studio Code.

Tudo isso é possível graças ao projeto Crostini, que o Google realizou após o sucesso do Crouton e as possibilidades dele, mas integrando-o ao Chrome OS com mais eficiência e segurança.

Crostini propõe um tipo de virtualização imperceptível do Debian com o qual é possível superar as limitações de um desktop projetado para serviços da nuvem desde a suas origem.

No entanto, o Chrome OS já tem suporte para aplicativos Android e em breve fará o mesmo com os aplicativos Linux, enquanto que, com os aplicativos do Windows, o problema é mais complicado.

Todo esse movimento dará aos Chromebooks um valor adicional importante para seus atuais usuários, além de incentivar os desenvolvedores do Android a considerar a mudança de plataforma.

Vale lembrar que, apesar de se falador apenas do Chrome OS e Chromebooks, todas essas mudanças são implementadas, como poderia ser de outra forma, com base no Chromium OS. Como consequência, usuários CloudReady (e iniciativas semelhantes) também terão esses benefícios à sua disposição .

No entanto, permanece a questão se o Google colocará algum tipo de limite, já que ao permitir a instalação de pacotes .deb, os usuários poderão instalar o que não devem, ou melhor, o que pode ser perigoso para o sistema.

O que está sendo falado no blog




blog comments powered by Disqus