Do not speak Portuguese? Translate this site with Google or Bing Translator

Como instalar o editor de imagens RAW RawTherapee no Linux via Flatpak

Se você precisa modificar imagens brutas (RAW), conheça e veja como instalar o editor de imagens RAW RawTherapee no Linux via Flatpak.

RawTherapee é um poderoso programa de processamento de fotos raw de plataforma cruzada. Ele é escrito principalmente em C++ usando um front-end GTK+.

Como instalar o editor de imagens RAW RawTherapee no Linux via Flatpak
Como instalar o editor de imagens RAW RawTherapee no Linux via Flatpak

Ele usa uma versão corrigida do dcraw para ler arquivos raw, com uma solução interna que adiciona suporte da mais alta qualidade para certos modelos de câmeras não compatíveis com dcraw e aumenta a precisão de certos arquivos raw já compatíveis com dcraw.

Esse programa destaca-se pelo controle avançado que proporciona ao usuário sobre o processo de demosaicing e de desenvolvimento.

RawTherapee é projetado para desenvolver arquivos raw de uma ampla gama de câmeras digitais, bem como arquivos HDR DNG e formatos de imagem não raw (JPEG, TIFF e PNG).

O público-alvo abrange desde iniciantes entusiastas que desejam ampliar sua compreensão de como a imagem digital funciona até fotógrafos semiprofissionais.

O conhecimento em ciência das cores não é obrigatório, mas é recomendável que você esteja ansioso para aprender e pronto para ler nossa documentação (RawPedia), bem como procurar conceitos básicos que estão fora do escopo da RawPedia, como equilíbrio de cores, em outros lugares.

Claro, os profissionais também podem usar o RawTherapee enquanto desfrutam de total liberdade, mas provavelmente não terão alguns recursos periféricos, como gerenciamento de ativos digitais, impressão, upload, etc.

O RawTherapee não tem como objetivo ser um programa completo e abrangente -source community está suficientemente desenvolvida agora para oferecer todos os recursos periféricos em outro software especializado.

Como instalar o editor de imagens RAW RawTherapee no Linux via Flatpak

Para instalar o editor de imagens RAW RawTherapee no Linux via Flatpak você precisa ter o suporte a essa tecnologia instalado em seu sistema. Se não tiver, use o tutorial abaixo para instalar:

Como instalar o suporte a Flatpak no Linux

Depois, você pode instalar o editor de imagens RAW RawTherapee no Linux via Flatpak, fazendo o seguinte:

Passo 1. Abra um terminal;
Passo 2. Use o comando abaixo para instalar o programa via Flatpak. Tenha paciência, pois muitas vezes pode demorar vários minutos para que o Flatpak faça o download de tudo o que precisa;

flatpak install --user https://flathub.org/repo/appstream/com.rawtherapee.RawTherapee.flatpakref

Passo 3. Para atualizar o programa, quando uma nova versão estiver disponível, execute o comando:

flatpak --user update com.rawtherapee.RawTherapee

Pronto! Agora, quando quiser iniciar o programa, digite flatpak run com.rawtherapee.RawTherapee em um terminal.

Você também pode tentar iniciar o programa no menu Aplicativos/Dash/Atividades ou qualquer outro lançador de aplicativos da sua distro, ou digite rawtherapee ou em um terminal, seguido da tecla TAB.

Como desinstalar

Depois, se for necessário, para desinstalar o editor de imagens RAW RawTherapee no Linux via Flatpak, faça o seguinte:

Passo 1. Abra um terminal;
Passo 2. Desinstale o programa, usando o seguinte comando no terminal:

flatpak --user uninstall com.rawtherapee.RawTherapee

Ou

flatpak uninstall com.rawtherapee.RawTherapeeyy

Veja também

Você também pode instalar o programa usando esse outro tutorial:
Como instalar o editor de imagens RAW RawTherapee no Linux
Como instalar o editor de imagens RAW RawTherapee no Ubuntu

Sobre o Edivaldo Brito

Edivaldo Brito é analista de sistemas, gestor de TI, blogueiro e também um grande fã de sistemas operacionais, banco de dados, software livre, redes, programação, dispositivos móveis e tudo mais que envolve tecnologia.

Deixe um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.