Do not speak Portuguese? Translate this site with Google or Bing Translator

Como instalar o Kernel 5.14 no Ubuntu e Linux Mint

Se você ainda não conseguiu colocar o kernel 5.14 no seu sistema, veja como instalar o Kernel 5.14 no Ubuntu e Linux Mint, e resolva isso.

Lançado no final de agosto de 2021, o Linux 5.14 é o branch kernel mais recente disponível para distribuições Linux e, agora que o kernel Linux 5.13 atingiu o fim da vida, você pode querer atualizar seus computadores para esta versão mais recente que traz um hardware melhor suporte e muitos outros novos recursos.

A pedido de muitos leitores, escrevi este tutorial para mostrar a você como instalar o kernel Linux 5.14 mais recente em seus sistemas operacionais Ubuntu ou Linux Mint.

Por que instalar o kernel Linux 5.14?

Porque ele vem com drivers novos e atualizados, bem como suporte para novo hardware, então se você está tendo problemas com alguns dos seus componentes de hardware ao usar uma versão anterior do kernel disponível em seu sistema Ubuntu ou Linux Mint, por que não fornecê-la uma tentativa.

Lembre-se de que você sempre poderá reverter para os pacotes de kernel originais de sua distribuição Linux se encontrar problemas com os pacotes de kernel mais novos.

Vale observar que algumas pessoas relataram que seus sistemas Ubuntu falharam ao inicializar com certas versões do Linux 5.14 ou que sua GPU NVIDIA não é compatível.

Se você tiver uma GPU NVIDIA, sugiro instalar o driver gráfico NVIDIA 470.74 mais recente antes de tentar instalar o kernel Linux 5.14.

Se esse não for o seu caso e sua máquina for somente AMD, siga as instruções abaixo para instalar a versão mais recente do kernel Linux 5.14 em sua máquina Ubuntu ou Linux Mint.

Como instalar o Kernel 5.14 no Ubuntu e Linux Mint

Como instalar o Kernel 5.14 no Ubuntu e Linux Mint
Como instalar o Kernel 5.14 no Ubuntu e Linux Mint

Este tutorial usa o arquivo PPA do kernel principal oferecido pelos desenvolvedores do Ubuntu. Esses pacotes não são assinados, o que significa que não podem ser instalados em sistemas UEFI/Secure Boot quando a inicialização segura está ativada.

Portanto, primeiro você terá que desabilitar a Inicialização Segura para instalar esses kernels.

A instalação é fácil e tudo o que você precisa fazer é baixar a versão mais recente, que é o kernel Linux 5.14.8 no momento da escrita, em uma pasta em seu diretório Home.
https://kernel.ubuntu.com/~kernel-ppa/mainline/v5.14.8/amd64/linux-headers-5.14.8-051408_5.14.8-051408.202109260937_all.deb
https://kernel.ubuntu.com/~kernel-ppa/mainline/v5.14.8/amd64/linux-image-unsigned-5.14.8-051408-generic_5.14.8-051408.202109260937_amd64.deb
https://kernel.ubuntu.com/~kernel-ppa/mainline/v5.14.8/amd64/linux-modules-5.14.8-051408-generic_5.14.8-051408.202109260937_amd64.deb

Agora, instalar os pacotes baixados é tão fácil quanto abrir o aplicativo Terminal na pasta onde você os baixou clicando com o botão direito e selecionando a opção “Abrir no Terminal” e executando o seguinte comando.
sudo dpkg -i * .deb

Aguarde a instalação dos pacotes do kernel e, se a operação for bem-sucedida, reinicie o computador. Ao voltar para sua sessão, você pode verificar o kernel que está executando executando o comando uname -r no aplicativo Terminal.

Nota: observe que os pacotes de kernel apresentados neste tutorial são apenas para sistemas de 64 bits (amd64). Para sistemas ARM64 (AArch64), IBM System Z (s390x) ou PowerPC (ppc64el), ou se você precisar do tipo de kernel de baixa latência, visite este link para pacotes específicos.

Observe também que o software que não oferece suporte ao kernel Linux 5.14 (ainda) não funcionará, como o VirtualBox.

Para atualizar para versões mais recentes, verifique o Ubuntu Mainline Kernel sempre que vir que uma nova atualização do kernel Linux 5.14 está disponível, aqui no Blog ou no site do kernel.

Para desinstalar o kernel Linux 5.14 de seu sistema, basta remover os três pacotes de kernel que você instalou usando este tutorial.

Sobre o Edivaldo Brito

Edivaldo Brito é analista de sistemas, gestor de TI, blogueiro e também um grande fã de sistemas operacionais, banco de dados, software livre, redes, programação, dispositivos móveis e tudo mais que envolve tecnologia.