Do not speak Portuguese? Translate this site with Google or Bing Translator

Wireshark no terminal? Veja como instalar o Termshark no Linux

Se você queria poder usar o poderoso Wireshark no terminal, conheça e veja como instalar o Termshark no Linux e resolva essa isso.

O Wireshark, o analisador de protocolo de rede de código aberto e gratuito, já possui uma versão terminal – TShark. Mas o TShark não possui uma interface de usuário de terminal interativo (TUI), e é aí que entra o Termshark, que é uma interface de terminal interativa para o TShark que tenta copiar o layout do Wireshark.

Como instalar o Wireshark para o terminal Termshark no Linux
Como instalar o Wireshark para o terminal Termshark no Linux

O Termshark, uma interface de terminal semelhante ao Wireshark para o TShark, escrita em Go, foi atualizada para a versão 2.0.0. Esta versão inclui suporte para o modo escuro, entrada canalizada e remontagem de fluxo, além de otimizações de desempenho que tornam a ferramenta mais rápida e responsiva.

Wireshark no terminal? Veja como instalar o Termshark no Linux

Para instalar o Wireshark para o terminal Termshark no Linux, primeiramente, abra um terminal cm privilégios de administrador (root).

Para instalar o binário Termshark no Linux (qualquer distribuição Linux), obtenha o binário do GitHub, descompacte o arquivo baixado e, na pasta em que foi extraído, você pode instalá-lo em /usr/local/bin usando:

sudo install termshark /usr/local/bin

Os usuários do Arch Linux encontrarão o Termshark no Arch User Repository.

O Termshark também está disponível no Debian sid/bullseye, Ubuntu 19.10 Eoan Ermine e mais recente, e Kali Linux. No momento, apenas a versão 1.0.0 está disponível e você pode instalá-la usando:

sudo apt install termshark

Para funcionar, o Termshark precisa que o TShark seja instalado. Isso faz parte do Wireshark e, no Linux, o nome do pacote depende da distribuição que você está usando. Por exemplo, é o tshark no Debian/Ubuntu/Kali, enquanto o pacote que fornece o TShark no Fedora é chamado wireshark-cli.

Portanto, para instalar o TShark no Debian, Ubuntu, Linux Mint, Kali Linux, etc., use:

sudo apt install tshark

Para instalar o wireshark-cli no Fedora:

sudo dnf install wireshark-cli

No Ubuntu e no Fedora (e em outras distribuições Linux), você também precisará adicionar seu usuário ao grupo wireshark (criado pela instalação do TShark – caso contrário, adicione esse grupo usando o sudo groupadd wireshark) para poder executar o TShark, e, portanto, Termshark, sem root:

sudo usermod -a -G wireshark $USER

Depois disso, reinicie sua máquina Ubuntu ou Fedora e então comece a usar o Termshark!

Sobre o Edivaldo Brito

Edivaldo Brito é analista de sistemas, gestor de TI, blogueiro e também um grande fã de sistemas operacionais, banco de dados, software livre, redes, programação, dispositivos móveis e tudo mais que envolve tecnologia.

Deixe um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.