Do not speak Portuguese? Translate this site with Google or Bing Translator

Debian 11.1 lançado com 24 atualizações de segurança e 75 correções de bug

O Projeto Debian lançou o primeiro lançamento pontual da atual versão estável, o Debian 11.1 Bullseye. Confira as novidades e descubra onde baixar a distro.

O Projeto Debian é uma associação de indivíduos que criaram uma causa comum para criar um sistema operacional livre. Este sistema operacional é chamado Debian.

Atualmente, os sistemas Debian usam o kernel do Linux. O Linux é um software completamente gratuito iniciado por Linus Torvalds e apoiado por milhares de programadores em todo o mundo.

Naturalmente, o que as pessoas querem é o software aplicativo: programas para ajudá-los a conseguir o que querem fazer, desde a edição de documentos, a execução de uma empresa, a execução de jogos, até a criação de mais softwares.

O Debian vem com mais de 50.000 pacotes (software pré-compilado que é empacotado em um formato agradável para fácil instalação em sua máquina) – tudo isso gratuito.

É um pouco como uma torre. Na base está o kernel. Além disso, estão todas as ferramentas básicas. Em seguida é todo o software que você executa no computador.

No topo da torre está o Debian – cuidadosamente organizando e ajustando tudo para que tudo funcione em conjunto.

Agora, o Projeto Debian lançou o Debian 11.1 como o primeiro lançamento pontual para a última e melhor série de sistema operacional Debian 11 Bullseye.

Novidades do Debian 11.1 Bullseye

Debian 11.1 lançado com 24 atualizações de segurança e 75 correções de bug
Debian 11.1 lançado com 24 atualizações de segurança e 75 correções de bug

O Debian 11.1 chega cerca de dois meses após o lançamento do Debian 11 Bullseye como uma instalação atualizada e meio ativo que inclui todas as atualizações de segurança mais recentes e correções de bugs enviadas através dos repositórios de software estáveis ​​durante este tempo.

O Debian Linux 11.1 traz um total de 99 pacotes atualizados, divididos em 75 diversas correções de bugs e 24 atualizações de segurança.

Isso torna mais fácil implantar o sistema operacional Debian 11 Bullseye mais recente em novas máquinas, já que você não precisa baixar centenas de atualizações após a instalação.

As atualizações de segurança e correção de bugs incluídas neste lançamento já estão presentes nos repositórios Debian 11 Bullseye e 10 Buster, o que significa que os usuários existentes não precisam baixar as novas imagens ISO para manter suas instalações até data, mas apenas para executar o comando sudo apt update && sudo apt dist-upgrade.

Também hoje, o Projeto Debian lançou o Debian 10.11 como a última versão da série de sistema operacional Debian 10 Buster.

Esta atualização inclui 55 diversas correções de bugs e 50 atualizações de segurança, e as imagens ISO instaláveis ​​e ao vivo em breve estarão disponíveis para download nos arquivos estáveis ​​antigos.

Para saber mais sobre essa versão da distribuição, acesse a nota de lançamento.

Baixe e experimente o Debian 11.1 Bullseye

Os usuários existentes não precisam baixar o novo lançamento ISO para manter suas instalações atualizadas. Quem já está usando a última versão do Debian, não precisa fazer uma nova instalação, basta atualizar o sistema normalmente.

Ou veja este tutorial:

Como atualizar o Debian Buster para Bullseye via terminal

E quem quer fazer uma instalação nova, o Debian 10 está disponível como um conjunto de DVDs de instalação padrão, bem como um conjunto separado de imagens de DVD live com ambientes de desktop populares, incluindo uma recém-adicionada edição LXQt.

As imagens ISO do Debian 10 podem ser baixadas acessando a página de download da distribuição.

Estes estão disponíveis para 64 bits (amd64), 32 bits (i386), PowerPC 64 bits Little Endian (ppc64el), IBM System z (s390x), MIPS 64 bits Little Endian (mips64el), MIPS 32 bits Little Arquiteturas Endian (mipsel), Armel, ARMhf e AArch64 (arm64).

Além disso, você também pode baixar as imagens live do Debian com os ambientes de desktop KDE Plasma, GNOME, Xfce, LXDE, LXQt, Cinnamon e MATE pré-instalados.

Eles estão disponíveis apenas para arquiteturas de 64 e 32 bits.

Verifique se a imagem ISO está corrompida

Antes de gravar a imagem ISO que você baixou, verifique se ela está corrompida usando o tutorial abaixo:
Como verificar se uma imagem ISO está corrompida

Como gravar uma imagem ISO no Linux

Quem precisar gravar a imagem ISO após o download, pode usar esse tutorial do blog:

Como gravar uma imagem ISO Usando o Nautilus
Como gravar uma imagem ISO usando o Terminal
Como criar um pendrive de instalação
Como criar um pendrive inicializável com GNOME Disks
Como criar um pendrive inicializável com o Etcher no Linux

Sobre o Edivaldo Brito

Edivaldo Brito é analista de sistemas, gestor de TI, blogueiro e também um grande fã de sistemas operacionais, banco de dados, software livre, redes, programação, dispositivos móveis e tudo mais que envolve tecnologia.

Deixe um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.