Do not speak Portuguese? Translate this site with Google or Bing Translator

Dell XPS 13 Developer Edition agora vem com chips Intel de 11ª geração

Boa notícia para os fãs da dobradinha Dell + Ubuntu, o Dell XPS 13 Developer Edition agora vem com chips Intel de 11ª geração. Confira os detalhes.

Dentre os grandes fabricantes de hardware, a Dell tem sido um dos poucos que investe em hardware com Linux pré instalado. O maior destaque da empresa tem sido a série de laptops Developer Edition com o Ubuntu.

Sim. A parceria da Dell com a Canonical tem rendido ótimos laptops, com um sistema operacional afinado com o hardware da empresa.

E agora, o Dell XPS 13 Developer Edition recebeu uma nova atualização que traz processadores Intel de 11ª geração.

Dell XPS 13 Developer Edition agora vem com chips Intel de 11ª geração

Dell XPS 13 Developer Edition agora vem com chips Intel de 11ª geração
Dell XPS 13 Developer Edition agora vem com chips Intel de 11ª geração

O modelo revisado não foge a nenhuma convenção. É uma versão atualizada do modelo XPS 13 lançado no início deste ano, embora ofereça os mais recentes processadores Intel de 11ª geração, gráficos Intel Iris Xe, portas Thunderbolt 4 e até 32 GB de 4267 MHz LPDDR4x RAM.

Estes também são os primeiros portáteis Dell a possuir a certificação Intel “Evo”.

Mas o que é Intel Evo? Pense nisso como uma garantia. Notebooks com certificação Evo têm chips Intel de 11ª geração, podem acordar do modo de espera em menos de 1s, oferecem bateria de pelo menos 9 horas de duração (com tela Full HD) e suportam carregamento rápido (com até 4 horas com uma única carga de 30 minutos) – se eles não puderem atender a nenhum desses critérios, eles não serão certificados.

Mas 9 horas não é o máximo que você pode esperar, conforme relatório do Engadget:

“O Developer Edition baseado em Linux vem pré-carregado com o Ubuntu 20.04LTS e a Dell tem como meta uma duração máxima da bateria de quase 19 horas. Ele também possui uma tela InfinityEdge FHD + atualizada.”

Sem mentira: 19 horas para um laptop Linux é incrivelmente bom. A eficiência de energia melhora com cada versão do kernel Linux, mas permanece um pouco fora do que eu considerava ideal.

Se a Dell conseguiu obter alguns ganhos nesta área, isso é muito emocionante (e, egoisticamente, espera-se que não seja exclusivo das máquinas XPS).

Nenhuma palavra sobre o preço ainda, mas os modelos atualizados estarão disponíveis para compra nos EUA e Canadá a partir de 30 de setembro nas lojas usuais da Dell. Seguem-se lançamentos europeus e asiáticos.

Compartilhe:
Sobre o Edivaldo Brito

Edivaldo Brito é analista de sistemas, gestor de TI, blogueiro e também um grande fã de sistemas operacionais, banco de dados, software livre, redes, programação, dispositivos móveis e tudo mais que envolve tecnologia.